ITAPETINGA: O SILÊNCIO DE ZÉ OTÁVIO PODE ESTAR CHEGANDO AO FIM

O silêncio do ex-prefeito José Otávio Curvelo (DEM) na política local, vem deixando o atual Prefeito, o nosso “Rodrigão de Salvador” (PMDB), de orelhas em pé.

Tendo em vista acordos políticos que não se cumpriram, o PMDB do ex-prefeito Michel, deu uma banana para a turma do DEM, que se limita apenas em dois ou três cargos inexpressivos, salvo o professor Geraldo Trindade, mas também sabe-se que esse não apita nas decisões finais da sua pasta, a Secretaria Municipal de Educação.

Para quem fez tanto e foi parceiro de campanha, a decepção para o Democrata José Otávio não é pouca, pois é do conhecimento de todos que existem questionamentos e isso tem constrangido o próprio Zé Otávio, que diferente do que se imaginava, não opina em nada no governo do seu eterno rival político.

Os Hagges enterraram o DEM e deixaram a turma ligada ao ex-prefeito a ver navios. Um dos caras mais inteligentes do DEM, chama-se Paulo da Geladeira, pois já previa o que seria o futuro.

Rachados já nos bastidores, o ex-prefeito sumiu da mídia, não dando nenhuma declaração, uma vez que acordos não foram cumpridos, até mesmo pela falta de experiência política do atual gestor, o nosso “Rodrigão de Salvador” (PMDB).

A pergunta é: quando é que José Otávio vai ao rádio anunciar oficialmente o racha DEM/PMDB, que há tempos já está consumado???

Por Roberto Alves

ITAPETINGA: MOTORISTAS DO TRANSPORTE ESCOLAR ESTÃO HÁ QUASE TRÊS MESES SEM RECEBER PAGAMENTO

Além dos PEDREIROS da Matinha, os PEDREIROS da “reforma” do banheiro da Central e também do colégio Manoel Novais, quem está comendo o “pão que o diabo amassou” são os motoristas que FAZEM O TRANSPORTE ESCOLAR. A classe está há quase TRÊS MESES sem receber PAGAMENTO.

As denúncias chegam ao nosso Blog através das próprias famílias dos motoristas, que sem receber o pagamento, já começam a passar por necessidade. Outra reclamação é sobre as estradas da zona rural, que estão ruins para o tráfego dos veículos. Se já não bastasse a falta de emprego em Itapetinga, ainda quem trabalha não recebe. A qui é “diferente!”

Por Roberto Alves