ITAPETINGA: “SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL TEM 6 MESES QUE NÃO DÁ UMA CESTA BÁSICA”, DISSE ALIADO DO PREFEITO

Quem depender de uma ajuda da secretaria de Desenvolvimento Social de Itapetinga, no interior da Bahia, morre de fome. Um próprio aliado do Prefeito, denuncia de que há 6 meses a secretaria não dá uma cesta básica.

Na mesma denúncia, Juarez, morador e líder comunitário do bairro Hilda Gama, nas vilas, disse que muitas pessoas da sua comunidade estão precisado, pois passam por necessidades. É bom lembrar de que Juarez apoiou e fez campanha para o atual Prefeito, como a própria foto deixa bem claro. “Até o projeto Criança Feliz não funciona mais”, disse.

Muitos projetos estão totalmente paralisados. O espaço no blog está aberto para que a secretária Virgínia Britto, indicada por Lúcio Vieira Lima, possa responder.

Por Roberto Alves

“O DIABO VENCEU, SIM”: TEÓLOGO DÁ RAZÃO A GAVIÕES DA FIEL, CUJO DESFILE ESCANDALIZOU EVANGÉLICOS

O teólogo Tiago Santos, que estudou no Seminário Teológico Batista do Rio Grande do Sul e é fundador da igreja Abrigo, em Porto Alegre, publicou um texto que está tendo muita repercussão, sobretudo entre os evangélicos. Ele foi pastor batista por oito anos. E fez bacharelado e mestrado em instituições luterana e católica.

Tiago escreveu sobre o enredo da escola de samba Gaviões da Fiel, que levou à avenida a mensagem “O Diabo Venceu”. Evangélicos se escandalizaram, e por isso o teólogo decidiu explicar por que o carnavalesco da Gaviões deu uma demonstração de que entende mais de Cristianismo do que aqueles que seguem Silas Malafaia e similares.

Leia o texto:

Sobre a polêmica do carnaval quero registrar aqui que o diabo venceu, sim!

Quando a igreja fez arminha com a mão, o diabo venceu.

Quando os pastores e missionários, mesmo atuando nas comunidades mais pobres e obtendo o seu sustento do salário dos trabalhadores, apoiam a retirada de direitos destes para favorecerem os mais ricos, o diabo venceu.

Quando a igreja ri de uma criança que morre, o diabo venceu.

Quando a igreja comemora que uma líder social é assassinada a tiros numa emboscada, o diabo venceu.

Quando a igreja zomba de um líder político que precisa deixar o país sob ameaça de morte, o diabo venceu.

Quando a igreja vive uma expectativa que entremos em guerra com outro país para atender interesses geopolíticos de superpotências, o diabo venceu.

Quando a igreja se torna o principal grupo social do país a espalhar mentiras na internet, o diabo venceu.

Quando a maior preocupação da igreja, em um país extremamente desigual, é que meninos vistam azul e meninas rosa, o diabo venceu.

Quando a igreja fica em angustiante silêncio frente ao racismo, a xenofobia, ao feminicídio, a homofobia, o diabo venceu.

Quando a igreja considera armar toda a população como forma de buscarmos a paz, o diabo venceu.

Quando a igreja considera justo que fazendeiros que já tanto têm esmaguem os povos indígenas para lhes tomar o pouco que resta, o diabo venceu.

Fonte: DCM