CARRO QUE COMANDOU CARREATA NO PARÁ É APREENDIDO POR FALTA DE LICENCIAMENTO E R$ 22 MIL DE MULTAS

O Detran do estado do Pará apreendeu o carro que comandou a carreata, realizada na manhã deste domingo, por falta de licenciamento e acúmulo de multas. A caminhonete cabine dupla estava com o licenciamento vencido desde o ano de 2015 e acumulava R$ 22.322,36 em multas não pagas. Segundo o governo do estado, “o carro foi encaminhado para o pátio de retenção do Departamento de Trânsito do Pará e só será liberado mediante pagamento das pendências”.

Em vários estados, pessoas saíram de casa em seus carros para protestar contra o fechamento de comércios, medida tomada por diversos governadores e prefeitos para diminuir a propagação do novo coronavírus. De acordo com Marcelo Guedes, diretor geral do Detran do Pará, o veículo só será liberado quando todas as dívidas forem pagas. “Esse carro só sairá do parque de retenção se o proprietário pagar esse valor. Foi acordado também que o valor dessas multas será revertido, integralmente, para as ações de combate ao novo coronavírus”, explicou Marcelo Guedes.

Segundo a publicação do governo do Pará, o valor obtido através do pagamento das dívidas será revertido para ações de combate à Covid-19, como a compra de máscaras e luvas “que serão distribuídas aos locais mais necessitados”.

Em nota, o governo do Pará informou ainda que autuou 11 pessoas que “agiram em discordância ao decreto estadual que proíbe a aglomeração de pessoas como uma das medidas de combate à propagação do novo coronavírus no Estado”.

“Além dos 11 detidos, 16 pessoas, proprietárias de veículos que estavam na carreata, foram enquadradas no artigo 174 do Código de Trânsito Brasileiro: participar na via como condutor em evento organizado sem permissão, uma por dirigir com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vencida e um por transitar com o veículo em mau estado de conservação”, diz o estado, em um comunicado.

Fonte: extra.globo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *