ITAPETINGA: INTERESSE PÚBLICO IGNORADO EM TROCA DE TERRENO DO MUNICÍPIO COM EMPRESA DE CONSTRUÇÃO CIVIL

 Juraci Nunes, ao microfone

Ainda sobre a PERMUTA, ou seja, a troca de um terreno público realizado pela prefeitura com uma empresa de construção civil, retirando do patrimônio do município, uma valiosa área de terra, e recebendo outro de pouco valor no mercado imobiliário, para, segundo o prefeito, construir um pretenso Complexo Industrial Municipal. Leia Mais…

O PAPEL DOS PARTIDOS POLÍTICOS NO BRASIL

A história dos partidos políticos no Brasil, foi indiscutivelmente marcada por momento de grandes conflitos. No período de chumbo, a simples existência de organizações partidárias era vista como ameaça aos governantes, logo substituído por um sistema bipartidário onde o Estado brasileiro só reconhecia a existência e o funcionamento de dois partidos políticos determinados, ARENA e MDB); o primeiro abrigava as forças ideológicas de centro e ultradireita que se alinhavam ao regime anterior; enquanto que o segundo, todas as correntes partidárias de esquerda e centro-esquerda. Leia Mais…

EDUCAÇÃO NOS MUNICÍPIOS AVANÇA COM USO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

Secretário de Educação de Itanhém defende ideia em artigo

Usar a Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) como principal item para mudar a história da Educação na Bahia. Isso é o que propõe o secretário municipal de Educação de Itanhém, Álvaro Pinheiro, em seu artigo. Leia Mais…

UMA ABORDAGEM SOBRE INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Na atual função que ocupo, como Secretário Municipal de Educação, tenho a obrigação de estar “antenado”. Isso requer manter os sentidos no foco, buscando interagir, da maneira mais adequada possível, com tudo o que se refere às responsabilidades da função. Ademais, requer aguçar a visão periférica, captando a forma e o conteúdo do entorno que emoldura a educação no município, visto que, ainda que estes pareçam secundários, sua influência pode impedir que os resultados a que se buscam atingir não apareçam no tempo planejado ou, até mesmo, ser determinante para o sucesso ou insucesso de um dado projeto. Leia Mais…

ITAPETINGA: O PREFEITO ASSISTE DE CAMAROTE DEMISSÕES NA AZALEIA E O DESEMPREGO TOMANDO CONTA DA CIDADE

Eleito com discurso de “geração de emprego e renda”, atualmente o Prefeito de Itapetinga, Rodrigo, assiste de camarote a Vulcabras/Azaleia aumentar a cada dia o número de DEMISSÕES e aumentando o DESEMPREGO na cidade.

De acordo dados do “Sindicato de Verdade” a fábrica continua demitindo, e agora nesse mês de abril conta com aproximadamente pouco mais de 3 mil funcionários. Para quem foi eleito prometendo emprego…

Na gestão passada quando a Azaleia demitia, na visão política dos adversários, a culpa era do então Prefeito Zé Carlos. E agora que as demissões aumentam a cada dia, a culpa é de quem???

Temos um gestor que nada faz para atrair empresas. Já são quase 3 anos à frente do município e nenhum posto de trabalho foi criado. As promessas de FÁBRICAS e INDÚSTRIAS, não chegaram a sair do papel.

A população já percebeu há muito tempo que o discurso vazio e eleitoreiro da atual administração, se desmantelou, basta uma simples enquete nas redes sociais visando 2020, onde logo se aponta qualquer concorrente alcançando quase 70% e disparando na frente do atual Prefeito. Isso é o reflexo de uma gestão ruim.

Por Roberto Alves

ITAPETINGA: ASSOCIAÇÃO DOS EX-VEREADORES PODERIA SER UM “CONSELHO POLÍTICO” PARA ORIENTAR A BAGUNÇADA CÂMARA E A DESASTROSA PREFEITURA

Ex-vereadores e homens experientes da política itapetinguense resolveram se juntar e formar uma Associação dos ex-vereadores. Reuniões estão acontecendo a todo momento. Os caras estão empenhados.

Esse time de ex-edis bem que poderia se tornar uma espécie de “Conselho Político” para ajudar na nossa BAGUNÇADA Câmara, que a cada dia vem sendo jogada na lama política pela maioria dos atuais vereadores, os chamados “LAGARTIXAS”, que em troca de cargos, não fiscalizam o Executivo. A Câmara precisa se reunir com esse grupo de ex-edis.

Se a associação fosse um um Conselho Político, a ideia também seria essencial para a Prefeitura, onde por exemplo, uma INCOMPETENTE assessoria deixa um Prefeito se ausentar do município por 17 dias, sem autorização do Legislativo. Isso revela o total desconhecimento do gestor à Lei Orgânica Municipal – elaborada por muitos desses ex-vereadores que aparecem na foto.

Ou estaria essa associação simplesmente tentando ganhar musculatura, para em 2020 tentar emplacar um nome ao Executivo Municipal e assim também outros nomes ao Legislativo? A associação tem discutido alguns temas relevantes? Quais são eles??

Por Roberto Alves

ITAPETINGA: O SILÊNCIO DE DR. ZÉ OTÁVIO DIANTE DE UM GOVERNO IMPOPULAR E UMA ADMINISTRAÇÃO DESASTROSA

DR. José Otávio Curvelo, que já governou Itapetinga, sabe mais do que ninguém que a população espera por um posicionamento seu, diante de uma gestão em que ele foi às ruas e dizia que seria boa para Itapetinga. Mais de 2 anos se passaram e a população assiste de camarote um desastre administrativo de um prefeito que até o momento não realizou uma só obra no município e as promessas não desceram do palanque. 

Muito se falou em valorização do servidor municipal; muito se prometeu sobre empregos – colocando na cabeça das pessoas a vinda de fábricas e indústrias; muito se falou sobre as maravilhas que seria a saúde do município – nem medicamento se encontra nos postos; muito se falou sobre enxugar a folha da Prefeitura – temos quase MIL pessoas entre cargos de confiança e contratados.

Dr. José Otávio estaria com vergonha de um Prefeito que ele mesmo ajudou a colocar na Prefeitura? Por que o vice Renan Pereira se cala diante de tantas mazelas? Por que muitos vereadores estão em silêncio? Até quando a população de Itapetinga vai aguentar tudo isso calada?

Por Roberto Alves

ITAPETINGA: COM DESGASTE DO PREFEITO, VEREADORES DE OPOSIÇÃO TENDEM A GANHAR MAIS FORÇA E APOIO DA POPULAÇÃO

Com as promessas não cumpridas, as últimas denúncias e o desgaste do Prefeito a cada dia, os vereadores de oposição tendem a ganhar mais força e apoio da população nesses últimos dois anos.

Em 2018 esses 6 vereadores evitaram uma tragédia, que foi a NÃO aprovação do finado “Código da Maldade” – que aumentaria os impostos para a população e foi derrotado graças a mídia livre e a atuação firme dos vereadores que aparecem na foto.

Pelo jeito a Câmara promete temperatura máxima logo no início dos trabalhos, principalmente pelas denúncias feitas pelo vereador Diga Diga (PR), sobre o Parque da Matinha, que tomaram conta da cidade, deixando a administração desequilibrada e sem rumo.

A precariedade na saúde como as filas quilométricas, a falta de medicamento nos postos e assim também como a falta de emprego no município, devem minar ainda mais o Prefeito, que vem sendo duramente criticado pela população. Esses assuntos vão dominar a pauta do Legislativo, principalmente pelos vereadores de oposição ao gestor.

Por Roberto Alves

ITAPETINGA: TUCA GANHOU PRESTÍGIO E CONQUISTOU ESPAÇO EM 2018

O popular Tuca (PRB), se lançou como candidato a deputado estadual nas eleições passadas. Teve uma votação de respeito, chegando a desbancar gente velha da política como o ex-prefeito José Otávio Curvelo e o próprio vice-prefeito Renan Pereira, ambos do DEM.

Na corrida eleitoral Tuca obteve 1.331 votos, 23 a menos do que o candidato a deputado apoiado pelo grupo do DEM, Sandro Régis, que obteve 1.354 votos. De olho nessa aceitação popular, Tuca não perdeu tempo e de lá para cá tem visitado moradores em todos os bairros da cidade, procurando conhecer suas queixas e lamentações.

A nossa reportagem manteve contato com ex-candidato a deputado e foi informada de que as maiores reclamações da comunidade é o desemprego e problemas na saúde, como a falta de médico e medicamento nos postos do município.

Pegando o gancho da eleição passada, Tuca poderá se lançar como candidato a vereador em busca de uma cadeira no Legislativo em 2020.

Por Roberto Alves

ITAPETINGA: “TEMOS UMA DINASTIA EM ANDAMENTO”, POR JURACI NUNES

No Brasil o momento é de ebulição, começa a redemocratização, com a primeira eleição direta. Depois de 17 anos de regime de exceção – estava instalado o pluripartidarismo, em 1989, embalado pelo movimento das “Diretas Já”, ocorrido em 1984.

Diversas tendências ideológicas abrigavam-se na ARENA – Aliança Renovadora Nacional, e os segmentos mais à esquerda no MDB – Movimento Democrático Brasileiro, agremiação dos opositores ao Regime Militar de 1964, dominado pelas elites conservadoras e patrimonialistas, cuja característica de Estado, é de não existir distinções entre os limites do público e o privado, favorecendo a perpetuação de velhas oligarquias no poder, ranço que infelizmente ainda está enraizado nas estruturas politico-administrativas, que de algum modo se repetiu nos grotões brasileiros.  Leia Mais…