CORRIDA PRESIDENCIAL: MARINA DECLARA APOIO A AÉCIO

marinaTerceira candidata mais votada no primeiro turno das eleições presidenciais, Marina Silva (PSB) anunciou neste domingo (12) apoio formal a Aécio Neves (PSDB). O tucano disputa o segundo turno com Dilma Rousseff (PT). “Votarei em Aécio e o apoiarei, votando nesses compromissos, dando um crédito de confiança à sinceridade de propósitos do candidato e de seu partido e, principalmente, entregando à sociedade brasileira a tarefa de exigir que sejam cumpridos”, disse Marina ao ler nota.

O apoio foi dado um dia após o tucano se comprometer a cumprir, mesmo que de forma vaga, quase todas as exigências feitas por Marina. Em documento divulgado pela campanha de Aécio, ele se comprometeu a garantir ao Executivo o papel de demarcação de terras indígenas, a ampliar a reforma agrária e acabar com a reeleição de cargos do Executivo. O único dos principais pontos que ficou de fora do documento lido por Aécio foi a redução da maioridade penal, que Marina é contra.

“Quero, de início, deixar claro que entendo esse documento como uma carta compromisso com os brasileiros, com a nação. Rejeito qualquer interpretação de que seja dirigida a mim, em busca de apoio”, disse Marina. Ao apoiar o tucano, Marina não repete o que fez em 2010, quando também terminou o pleito na terceira posição. Na ocasião, ela preferiu ficar neutra em relação à disputa entre Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB). A Rede Sustentabilidade, o movimento político de Marina, que pretende se transformar em um partido, pediu a seus militantes que no segundo turno não votem em Dilma ao recomendar voto branco, nulo ou em Aécio.

O PSB, partido pelo qual Marina concorreu à Presidência, declarou seu apoio ao tucano. Ontem, a família do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, morto em um acidente aéreo em agosto, também declarou apoio formal a Aécio. Uol

CIDADE ACONTECE ESTÁ MUDANDO DE SERVIDOR…

AMIGO LEITOR, O NOSSO BLOG ESTÁ MIGRANDO DE SERVIDOR. AO LER AS POSTAGENS MAIS RECENTES,  O LEITOR PODERÁ NOTAR ALGUMA DESCONFIGURAÇÃO. O NOSSO TÉCNICO ESTÁ TRABALHANDO PARA SOLUCIONAR O PROBLEMA.

OBRIGADO POR ENTENDER.

ROBERTO ALVES, 12-10-2014, às 19:24 h.

LOGO_CidadeAcontece_Ok antiga

DILMA TEM MAIS APOIO QUE AÉCIO NOS ESTADOS

Ao todo, 24 governadores eleitos e candidatos que disputam 2º turno estão com a petista e 14 com o tucano

DILMA_AECIO_VALEBRASÍLIA E RIO — Na queda de braço pelo apoio nos estados, a presidente Dilma Rousseff (PT) largou na frente de Aécio Neves (PSDB) no segundo turno. Levantamento feito pelo GLOBO mostra que a petista tem ao seu lado sete dos 13 governadores eleitos em primeiro turno, contra cinco do tucano. Aécio, no entanto, tem como aliado o governador Geraldo Alckmin (PSDB), reeleito em São Paulo, maior colégio eleitoral do país. No segundo maior estado em número de eleitores, Minas Gerais, Dilma conta com Fernando Pimentel (PT). Entre os candidatos que disputarão segundo turno e já decidiram a posição, Dilma tem o apoio de 17 contra nove de Aécio. (Veja o infográfico sobre a corrida presidencial em cada estado)

O tucano deve ganhar ainda o apoio de candidatos ao governo que aguardam uma definição do PSB, derrotado no primeiro turno da eleição presidencial com Marina Silva. Esse é o caso de Rodrigo Rollemberg, que disputa a sucessão no Distrito Federal. Paulo Câmara, eleito em primeiro turno em Pernambuco, já avisou ao partido que ficará ao lado do tucano. Outro socialista que estará com Aécio é o governador de Roraima, Chico Rodrigues, que tenta a reeleição. Ainda no PSB, vão migrar para o lado do PT os governadores e candidatos à reeleição Camilo Capiberibe, do Amapá, e Ricardo Coutinho, da Paraíba.

Há casos de unidades da Federação em que a presidente tem o suporte dos dois candidatos à sucessão estadual, como no Rio, Ceará e Amapá. No Rio, Dilma tem o apoio de Marcelo Crivella (PRB) e do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB). No entanto, boa parte do PMDB embarcou no Aezão, movimento de apoio a Aécio e Pezão. Já Crivella, mesmo sendo aliado da petista, lembrou nos debates o escândalo da Petrobras.

CANDIDATOS DE DILMA FORAM MAIS VOTADOS NO 1º TURNO

Outra vantagem da presidente Dilma Rousseff é a de que os candidatos que a apoiam obtiveram mais votos no primeiro turno. Em dez casos, de um total de 14 que terão segundo turno, seus aliados que seguem na disputa largaram em vantagem no dia 5 de outubro.

Há quem tenha optado pela neutralidade, como o governador eleito do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), aliado do PT nacionalmente e do PSDB localmente. Caso semelhante pode ocorrer no Amazonas, onde o governador José Melo (PROS), que disputa a reeleição, vem sendo pressionado pelo PSDB local a declarar apoio a Aécio Neves. Mas, como seu partido apoia a reeleição de Dilma, ele deve manter a neutralidade.

Já o governador eleito do Mato Grosso, Pedro Taques (PDT), deverá anunciar hoje o apoio ao tucano. Ele se reúne em Brasília com integrantes da equipe do candidato do PSDB e também com o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi.

— Prefiro falar após as reuniões, mas o Aécio é meu amigo e não teria constrangimento nenhum de apoiar uma pessoa de bem como ele — disse Taques.

Publicidade

No Ceará, Dilma obteve vantagem de 2,4 milhões de votos sobre Aécio. Os dois candidatos que foram para o segundo turno vão pedir votos para a presidente: Camilo Santana (PT) e Eunício Oliveira (PMDB). Há um acordo para que Dilma e Lula não subam no palanque do petista. Eunício, que foi ministro das Comunicações de Lula, esteve em Brasília ontem para, segundo um interlocutor, “garantir que o acordo seja cumprido”.

Em Goiás, Iris Rezende (PMDB) vai apoiar Dilma apesar de não ter feito campanha por ela no primeiro turno. A posição mudou porque o candidato derrotado do PT, Antônio Gomide, condicionou a aliança com Rezende no segundo turno ao apoio do peemedebista à presidente. O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), anunciará hoje o apoio à presidente Dilma. Terceiro colocado, o senador Vital do Rego (PMDB) anunciou apoio a Coutinho desde que ele retribuísse apoiando Dilma. Hoje, o vice-presidente Michel Temer participará do anúncio em João Pessoa.

No Rio Grande do Norte, o candidato do PMDB, Henrique Alves, recebeu apoio de Aécio no primeiro turno, mas se posiciona como eleitor de Dilma. A direção nacional do PMDB tenta enquadrá-lo a apoiar exclusivamente a petista. No Rio Grande do Sul, a pressão do PMDB nacional não funcionou, e José Ivo Sartori, no segundo turno contra Tarso Genro (PT), vai apoiar Aécio.

SENSUS/ISTOÉ É EMPRESA DE CLÉSIO DE ANDRADE, EX-VICE DE AÉCIO E RÉU NO MENSALÃO TUCANO

Pesquisa divulgada neste sábado pela revista Isto é que aponta Aécio Neves com 58,8% dos votos válidos é mais uma PICARETAGEM do PSDB. A primeira a ser desmascarada foi a do instituto do Paraná, ONDE O DIRETOR É NOMEADO NUMA ESTATAL TUCANA

A pesquisa da IstoÉ/Sensus tem dono: o empresário mineiro Clésio Soares de Andrade. Em 1998, Clésio, tornou-se vice na chapa do ex-governador mineiro Eduardo Azeredo, do PSDB. Mas só chegou ao posto em 2003, como vice de outro tucano, Aécio Neves. Na imagem, Clésio é o primeiro da direita.

aécioPROCESSO CONTRA CLÉSIO ANDRADE CORRÓI CAMPANHA DE AÉCIO NEVES (CLÉSIO DE MÃOS DADAS COM AÉCIO)

clésioO depoimento do ex-senador Clésio Andrade, outrora poderoso vice-governador de Minas Gerais, na gestão do tucano candidato à Presidência da República, Aécio Neves, aparenta ser a gota de vinagre que faltava na campanha do PSDB ao Planalto. Foi descoberta pela Polícia Civil do Distrito Federal, na Operação São Cristóvam, uma roubalheira de mais de R$ 20 milhões dos cofres públicos, aparentemente liderada por Andrade, que participava dos esforços para a condução de Neves ao Planalto, ainda que discretamente. A Polícia Federal, que participa das investigações, ainda não calculou em que medida ocorria esta participação, mas já havia um “racha no PSDB sobre a estratégia de campanha”, segundo o cientista político Antonio Lassance, em artigo publicado na véspera.

Segundo o cientista político, “o resultado foi catastrófico. Aécio começou a ser “cristianizado” (abandonado pelos eleitores e por aliados). O tucano despencou nas intenções de voto e correu o risco de protagonizar a pior campanha do PSDB desde 1989. Arriscou passar pelo vexame de ficar em terceiro até mesmo em Minas Gerais. Em seu ouvido martelaram o avesso do slogan brizolista: ‘quem conhece o Aécio não vota no Aécio’. A reação veio em seguida. Aécio percebeu que, se não batesse em Marina, não se recuperaria. Deu certo”

Com informações do Jornal I9

 

MARINA SILVA NÃO DEVERÁ DECLARAR APOIO AO TUCANO AÉCIO NEVES

Pessoas próximas à ex-candidata do PSB à presidência da República garantem que ela não vai se posicionar a favor da candidatura do PSDB, como os tucanos esperavam

image_previewSão Paulo – O esperado anúncio de Marina Silva em apoio à candidatura de Aécio Neves é improvável e não deve ocorrer. Pessoas próximas à ex-candidata do PSB à presidência da República garantem que ela não vai se posicionar a favor da candidatura do PSDB, como os tucanos esperavam, nem à de Dilma Rousseff. Na Rede Sustentabilidade há grande pressão de setores pró-Aécio para que a ex-ministra do Meio Ambiente defina sua posição. Um dos coordenadores da campanha de Marina e intitulado pela mídia “porta-voz” da Rede, o ex-tucano Walter Feldman é um dos que pressionam.

Mas vários integrantes da Rede estão trabalhando pela neutralidade, que passa pelo voto em branco e nulo. Para esse grupo, um apoio a Aécio Neves pode ser fatal ao futuro político de Marina. A demora na definição começa a incomodar os adeptos de Aécio. Esperava-se que Marina anunciasse sua posição ontem (9). Mas, em vez do anúncio, ela entregou uma “carta aberta” ao deputado Marcus Pestana (PSDB-MG), com a defesa de pontos que considera fundamentais, como o fortalecimento da Fundação Nacional do Índio (Funai) e do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), além de fortalecimento de políticas voltadas aos “povos e comunidades tradicionais”.

A troca do aguardado anúncio pró-Aécio pelo documento causou frustração na campanha aecista. Marina se encontrou com Fernando Henrique Cardoso na quarta-feira, e teria sinalizado ao ex-presidente que o apoio não virá. Segundo uma fonte muito próxima a Marina, “eles perceberam que dificilmente vão conseguir viabilizar esse apoio”. Um interlocutor de Marina diz que a intensidade da pressão dos tucanos na Rede está diminuindo. “Até para não terem que ouvir um ‘não’, o que seria um revés para eles.”

Uma declaração de Aécio Neves, também ontem, é um indicativo dessa frustração: “Não podemos parar nossa campanha à espera de novas manifestações”, afirmou, em referência a Marina.

Na segunda-feira (6), os dois maiores jornais do país saíram com manchetes quase idênticas, considerando certo o apoio de Marina a Aécio. “Houve uma grande pressão para se colocar na voz da Marina posições que não eram dela. Na sequência da eleição, órgãos de imprensa deram como certo que ela iria apoiar o Aécio como se fosse uma verdade, uma decisão pronta e acabada. Quem conhece a Marina sabe que ela não faria isso, não dessa forma pelo menos. E muito provavelmente ela não tomará essa decisão”, disse à RBA um integrante da Rede.

Há até quem defenda, na organização, o voto na petista Dilma Rousseff, mas a postura do PT em relação à candidata do PSB no primeiro turno praticamente inviabilizou qualquer ponte de possíveis contatos mais concretos e a defesa aberta dessa posição. Porém, isso está longe de significar que Marina vá apoiar Aécio.

O peso de seu posicionamento no segundo turno pode ser medido por uma pesquisa feita na segunda-feira com eleitores de Marina. Pouco mais de 60% desses eleitores tenderiam a votar em Aécio, 20% votariam em Dilma e 15% aguardam um posicionamento da ex-candidata. A importância da neutralidade é diretamente proporcional a esses 15%, que representam cerca de 3 milhões de votos.

Fonte: redebarsilatual

AÉCIO NÃO ACATA EXIGÊNCIAS FEITAS POR MARINA EM TROCA DE APOIO

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic._KyFw8vyLxO candidato do PSDB a presidente da república, Aécio Neves, acatou de forma parcial as exigências feitas pela ex-candidata do PSB Marina Silva, como forma de a ex-senadora apoiar a candidatura tucana no segundo turno. Aécio esteve em Recife neste sábado (11) e, entre compromissos de campanha, visitou pessebistas pernambucanos e os filhos do ex-governador Eduardo Campos, morto durante campanha presidencial deste ano.

Em um auditório com presenças de médicos e lideranças do estado, o tucano leu documento através do qual se compromete a garantir a demarcação de terras indígenas, ampliar a reforma agrária e acabar com a reeleição de cargos do Executivo. Ficou fora dos principais pontos exigidos por Marina, a redução da maioridade penal.

No discurso em Recife, o ex-governador de Minas se limitou a dizer que buscará alternativas para afastar a juventude da violência. De acordo com a Folha, outros compromissos forma assumidos de forma vaga. Em relação à reeleição não disse que a regra valeira. Em relação à reeleição, Aécio Neves não garantiu que a regra já valeria a partir de um suposto governo seu. Fonte: bn

RUI DISSE QUE ‘MINHA CASA MINHA VIDA’ SERÁ MAIS FORTE

Para Rui Costa (PT), governador eleito da Bahia, “quem tem condições de ampliar e fortalecer programas sociais como o Minha Casa, Minha Vida é quem pensou o programa e trabalhou para torná-lo realidade”; ele participou nesta sexta com o governador Jaques Wagner de cerimônia de entrega de mais 1.200 unidades feitas pelo programa do governo federal em Vitória da Conquista; “Eles tiveram décadas para fazer e não fizeram”, disse Rui

mcmvidaBahia 247 – Para Rui Costa (PT), governador eleito da Bahia, “quem tem condições de ampliar e fortalecer programas sociais como o Minha Casa, Minha Vida é quem pensou o programa e trabalhou para torná-lo realidade”; ele participou nesta sexta-feira (10) com o governador Jaques Wagner de cerimônia de entrega de mais 1.200 unidades feitas pelo programa do governo federal em Vitória da Conquista; “Eles tiveram décadas para fazer e não fizeram”, disse Rui.

Ele defendeu que a presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição, avançou em relação às condições de moradia digna no país ao explicar que Lula criou o programa, em 2009, Dilma deu continuidade e, contudo, foi além. “Ela inovou, criando o Minha Casa Melhor, que possibilita aos beneficiários ter a casa mobiliada, com a compra de móveis e eletrodomésticos importantes para se viver bem”.

Na Bahia, 126 mil unidades habitacionais foram entregues. Jaques Wagner fechará a sua gestão com a garantia de casa própria para 236 mil famílias. No programa de governo de Rui Costa, o compromisso é ampliar o número, construindo 300 mil casas em quatro anos.

“É essencial que tenhamos um presidente que tenha compromisso com a Bahia e com o Nordeste. Quem vai somar esforços aqui é, seguramente, Dilma Rousseff”, garantiu o futuro governador da Bahia.

PSB DA BAHIA ANUNCIA APOIO A REELEIÇÃO DA PRESIDENTE DILMA

dilma e lulaEm nota enviada à imprensa na manhã desta sexta-feira (10), o Partido Socialista Brasileiro na Bahia, diferente da posição nacional, anunciou apoio a reeleição da candidata Dilma Rousseff (PT) neste segundo turno das eleições. Segundo a nota, “Num segundo turno as eleições não nos permitem escolher um projeto político próprio. Resta-nos optar por um dos dois candidatos. Nosso partido, nacionalmente, tomou a decisão de apoiar a candidatura do senador Aécio Neves, ressalvando as especificidades de cada estado”.

Ainda de acordo com o partido, não existem problemas entre o PSB-BA e o candidato tucano. “Assim é que o PSB baiano, embora nada tendo contra o candidato Aécio Neves, mas compreendendo que o seu projeto na Bahia é representado pelas forças de direita às quais nos opusemos durante toda a nossa vida política decide, por maioria, apoiar a reeleição de Dilma Rousseff à Presidência da República”. Sobre uma possível aliança com o PT no futuro e cargos políticos nos governos, o PSB – BA negou qualquer tipo de interesse, afirmando que a posição é devida ao posicionamento partidário.

“Esta postura não nos coloca em posição de alinhamento com o PT, nem foi precedida por nenhuma negociação de espaços nos próximos governos federal e estadual. Trata-se, tão somente, de uma opção pela candidatura menos distante de nosso posicionamento político e ideológico. Reafirmamos nossas críticas aos métodos adotados pelo PT, pelo PSDB e pelo DEM e defendemos uma reforma política imediata que reduza a força do poder econômico e que garanta o financiamento público de campanha.”, diz a nota.

TODO MUNDO COM MEDO DE SER DEMITIDO POR RUI

Dilma-Rousseff-Lula-e-Rui-CostaCom a maior sem cerimônia, tem sido grande a romaria à Governadoria de políticos e figuras com medo de serem despachadas da atual administração pelo governador eleito Rui Costa.

A maioria pede abertamente para si ou seus apaniguados para que permaneçam no primeiro mandato da gestão Rui. A outra parte insinua que gostaria de ficar e ajudar o novo governo. E o governador Jaques Wagner não promete nada a ninguém, consciente de que as escolhas serão feitas diretamente pelo novo governador, cujo perfil, todo mundo já conhece, é de controlar tudo o que se passa à sua volta.

Melhor do que seria, para estas personalidades, que Paulo Souto tivesse ganho. Mas ainda assim tem muita gente que não está aguentando tamanho suspense.

por Raio Laser, Tribuna da Bahia

MAIS UM INCÊNDIO CRIMINOSO EM ITAPETINGA

Depois do Grotão, nesta quinta-feira à noite (09), mais um incêndio criminoso aconteceu em Itapetinga. Desta vez colocaram fogo próximo ao galpão, onde funcionava uma filial da Vulcabras Azaleia, próximo a Lagoa, no bairro Morumbi. No galpão em poucos dias estará funcionando uma fábrica da empresa W Bozzi, do ramo de modas e uniformes profissionais.

O secretário Jeremias Pereira, foi avisado e de imediato entrou em contato com o carro-pipa da Prefeitura de Itapetinga, que logo controlou o incêndio.

incendio 1incendio 2incendio 3incendio 4Por Roberto Alves/Fotos: cidade acontece