ITAPETINGA: ABANDONADOS PELO PREFEITO, FAZENDEIROS CONTINUAM FAZENDO “VAQUINHA” PARA RECUPERAÇÃO DE ESTRADAS VICINAIS 

Fazendeiros e pequenos agricultores continuam fazendo “vaquinha” para recuperação de estradas vicinais da região

Dias atrás foi na região do Couro d’Anta (Veja Aqui), onde os fazendeiros chegaram a juntar a quantia de R$ 8 mil reais e contrataram máquinas para melhorar as estradas.

O mesmo está acontecendo, como as fotos podem comprovar, na região que dá acesso a Cachoeira Grande, na estrada de Dona Naná. O próprio secretário Geraldo Trindade chegou a denunciar as péssimas condições das estradas da região (Veja Aqui).

De acordo a pessoa que nos encaminhou as imagens, são os próprios fazendeiros e pequenos agricultores que se juntaram e estão recuperando a estrada. “É uma vergonha, pois o Prefeito abandonou não só a cidade, mas também a zona rural”, lamenta um agricultor.

Por Roberto Alves

10 Comentários para: “ITAPETINGA: ABANDONADOS PELO PREFEITO, FAZENDEIROS CONTINUAM FAZENDO “VAQUINHA” PARA RECUPERAÇÃO DE ESTRADAS VICINAIS 

  1. HÉLIO

    ESSES FAZENDEIROS TEM QUE TOMAR VERGONHA NA CARA.
    É SÓ VENDER ALGUNS GADOS E ELES MESMOS CONSERTAM AS ESTRADAS DELES.
    ELES NÃO VIVEM FALANDO QUE AS TERRAS SÃO DELES?
    AO INVÉS DE FICAREM QUERENDO “MOLEZAS”, ELES MESMOS CONSERTAM AS TERRAS DELES.
    VÃO SE LASCAR FAZENDEIROS.
    QUEREM MAMAR?
    VÃO MAMAR NO BOI QUE TÁ PARADO EM FRENTE À PREFEITURA.

    Responder
    1. Rose

      Concordo, a prefeitura tem que calçar as ruas dos bairros populares que ainda estão vergonhosamente sem o devido calçamento e não dar moleza a fazendeiro, exceto fazendas onde possuem escolas e a estrada transporta alunos!

      Responder
  2. Oxe

    E as fazendas que produzem leite e garantem o funcionamento dos laticínios (Cooleite, Vale Dourado, Pitty)? E as fazendas que produzem bois que garantem o funcionamento do JBS e os açougues da cidade? E as fazendas cujos seus donos compram na COOPARDO e nas demais lojas de produtos veterinários espalhadas pela cidade? Sem falar nas pequenas quitandas que vendem feiras e comerciantes varejistas que se sustentam do salário do homem do campo que não pode comprar no Rondelli. Os impostos são todos carreados para Itapetinga, IPVA dos automóveis, ITR das propriedades rurais, ICMS dos produtos comercializados. O erro é achar que só a industria resolve, a dor não é só de um, é de todos. Do jeito que está só os mecânicos e donos de casas de peças automotoras que estão lucrando com a inercia da administração municipal apoiada pelo egoísmo e a sandice de alguns. Lamentáveis algumas opiniões.

    Responder
  3. Anônimo

    Concordo com vc Oxe, quem vive nas fazendas pagam imposto e são consumidores da cidade de Itapetinga. De acordo com uns comentários acima as pessoas vivem confirnadas nas fazendas e quem vive na cidade não depende de nada que venha do campo. O povo das fazendas e fazendeiros tem que reclamar pois seu domicílio eleitoral é Itapetinga e os últimos eleitos bateram na porta deles também vendendo falsas promessas.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *