ITAPETINGA: COMO FOI O PRIMEIRO PROGRAMA “HORA DA VERDADE” DE 2020?

O “Hora da Verdade” segue polêmico e com denúncias 

Foto arquivo 

Sem dúvidas um dos horários de maior audiência do rádio regional, é o “Hora da Verdade”, um programa polêmico – abordando principalmente política local – que entrou no ar no dia 04 de dezembro de 2017, pela rádio Jornal de Itapetinga, apresentado pelos radialistas Roberto Alves, Wagner Ribeiro e Jeremias Pereira. Nesta quinta-feira (02) foi ao ar a primeira edição do “Hora da Verdade” de 2020, e foi apresentada por Roberto Alves e Wagner Ribeiro.

Primeira edição do “Hora da Verdade” 2020

Denúncias como sempre feitas pela população, via telefone. Abordamos também sobre o “serviço pela metade” no bairro Vila Rosa, onde há meses a prefeitura deixou um esgoto aberto e a comunidade local vem sendo prejudicada com o mau cheiro diariamente.

Cobramos também uma explicação por parte da vereadora e presidente da Câmara, Naara Duarte,  sobre um contrato feito pela Câmara com uma empresa do seu CUNHADO e um outro com a empresa da sua CUNHADA, além de mais um contrato feito sem licitação com uma empresa da cidade de Itaberaba – todos eles denunciados no Ministério Público – onde Naara foi recomendada a ANULAR os três contratos.

Ainda abordamos também sobre uma PERMUTA feita entre a prefeitura e um empresário da cidade no ramo da construção civil, que envolve a troca de um terreno do referido empresário por vários outros terrenos do município, um verdadeiro absurdo que contou com apoio da Câmara de vereadores – caso que vamos investigar.

Outro questionamento foi sobre a falta de medicamento nos postos e as mazelas da saúde de Itapetinga, um dos temas recorrentes do programa, que não tem como sair de pauta. A falta de anestesista foi outro ponto colocado durante a primeira edição do “Hora da Verdade” 2020.

Nesta sexta-feira (03) o programa começa mais cedo, às 11h, e o nosso entrevistado será o vereador Diga Diga, que irá denunciar à população o famoso “PÃO DE OURO” ao preço de R$ 8 reais, adquirido pela Prefeitura na Padaria da CUNHADA da vereadora Naara Duarte.

Por Roberto Alves

2 Comentários para: “ITAPETINGA: COMO FOI O PRIMEIRO PROGRAMA “HORA DA VERDADE” DE 2020?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *