ITAPETINGA: OAB E OUTRAS INSTITUIÇÕES DEVERIAM SE PRONUNCIAR DIANTE DO NÃO PAGAMENTO DA POLICLÍNICA REGIONAL 

Queremos ouvir a voz da nossa OAB/Itapetinga

A OAB subseção Itapetinga e outras instituições se encontram CALADAS diante do não pagamento da Policlínica Regional, por parte do prefeito de Itapetinga, Rodrigo.

O não pagamento da Policlínica significa deixar 61 pessoas por dia sem direito a 12 tipos de consultas; 16 tipos de exames, além de vários outros procedimentos como pequenas cirurgias. Inclusive diante do não pagamento os DOIS MICRO-ÔNIBUS foram recolhidos pelo Consórcio e estão no pátio da unidade em Vitória da Conquista.

Itapetinga vive uma crise na saúde, onde nem mesmo um simples Losartana ou Dipirona se encontra nos postos de saúde; denúncias que chegam diariamente à imprensa através da população. “Data venia”, senhores, esse silêncio não incomoda os representantes da OAB/Itapetinga???

Já que o prefeito e nem os vereadores que o apoiam não se pronunciam, cabe uma opinião por parte das nossas instituições, entre elas a nossa OAB de Itapetinga. O que o presidente Fabrício Moreira, acha??? Vai se pronunciar, presidente??? O espaço está aberto.

Vale dizer que em 2018 a OAB foi beneficiada pela Prefeitura Municipal de Itapetinga com a doação de um terreno para construção de sua sede própria no município. Diante do não pagamento da Policlínica, queremos ouvir essas vozes em defesa da nossa população. Veja na tabela os serviços que a nossa população está perdendo diante do não pagamento:

Por Roberto Alves

Seguir...

27 Comentários para: “ITAPETINGA: OAB E OUTRAS INSTITUIÇÕES DEVERIAM SE PRONUNCIAR DIANTE DO NÃO PAGAMENTO DA POLICLÍNICA REGIONAL 

  1. Diogo

    Muito triste isso que vem acontecendo em Itapetinga na saúde, uma gestão que não se preocupa com a saúde da população, vai se preocupar com que e com quem mesmo?

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *