ITAPETINGA: POSTO GUILHERME DIAS NEGA ATENDIMENTO A UM RAPAZ COM CRISE

Nesta quinta-feira (31), por volta das 10h, a nossa reportagem recebeu uma ligação, do outro lado da linha estava a técnica de enfermagem, Rita de Cássia, pedindo a presença da imprensa no PSF Guilherme Dias, com urgência.

 

Ao chegar no local, como mostra a foto, a nossa reportagem presenciou um jovem de 16 anos, totalmente fora de si e sendo contido por um mototaxista, que deu apoio à família.

Tudo indica que o jovem Lucas Barreto Barbosa, morador do bairro Otávio Camões, em crise, estava com um surto psicótico. Seu pai, o pastor Cléber e a sua mãe, Patrícia, se encontravam bastante indignados com a saúde do município.

O PSF Guilherme Dias havia negado atendimento ao jovem, com a nossa chegada, o médico foi pressionado e logo o jovem foi encaminhado para dentro da unidade para ser atendido.

Muito chateada, ao falar à nossa reportagem, a mãe do jovem descreveu a situação.”Ele surtou, eu já levei na UPA, já tem o encaminhamento para passar pelo médico, o médico está aqui no Guilherme Dias, e está omitindo socorro. Já tentei particular, já perguntei [ao médico] quanto que ele queria para atender, ele não falou, disse que quando sair daqui vai pra Vitória da Conquista. Ele surtou [o jovem] disse que já tentou o suicídio. O médico não atende, já tentamos de todo jeito”

Em outro trecho, dona Patrícia manda um recado ao Prefeito. “Olha prefeito, olha a saúde como é que está. Precisa disso pra um jovem ser atendido? Precisa de um escândalo, precisa de um jovem surtar no meio da rua para ser atendido? Cadê a qualidade dessa saúde? Olha meu filho como é que está… teve o encaminhamento, está aqui…”

Por Roberto Alves

12 Comentários para: “ITAPETINGA: POSTO GUILHERME DIAS NEGA ATENDIMENTO A UM RAPAZ COM CRISE

  1. Cacau

    Porque não cita o nome do médico?Esse médico foi negligente.A reportagem tem que ser completa.O blog chegou a indagar o médico do porquê de não atender o rapaz? Só assim para determinadas pessoas (no caso o médico) quem sabe aprende a exercer a profissão com respeito e mérito.

    Responder
  2. Alane

    O médico poderia ter atendido mas não ia adianta muita coisa paciente em surto tem que chama o Samu até mesmo aí no Guilherme dias não tem medicação que faça efeito imediato o correto é encaminha a um pronto socorro e depois pro caps pra ter um acompanhamento.

    Responder
  3. Diego

    Pois é parabéns Rita e Roberto por ter encaminhado esse jovem ao médico , olha o enfermeiro bom Clero gente boa saiu da UPA , tem uns lá nem competência tem , Clero deveria voltar.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *