ITAPETINGA: PREFEITURA CONTINUA ENROLANDO SERVIDORES E AINDA NÃO PAGOU O VALE ALIMENTAÇÃO

O servidor municipal de Itapetinga, no interior da Bahia, enfrenta uma das piores administrações da história do município. Basta ver que vários direitos adquiridos lhes foram retirados. Nos últimos dias o servidor vem sendo enrolado, por conta de até hoje, quarta-feira (30), a Prefeitura não ter pago o cartão Vale Alimentação (cartão Le Card).

Vale dizer que vários supermercados da cidade já colocaram cartazes informando que não estão recebendo o cartão do Vale Alimentação, o que tem levado o servidor a passar vergonha nas portas dos estabelecimentos comerciais. O valor do Vale é de R$140,00 (Cento e quarenta Reais) e deveria ter sido pago no último dia 10 deste mês, mas até o fechamento desta matéria, às 08:28h, o servidor não havia recebido.

Até quando essa administração continuará com essa desvalorização e falta de respeito para com o servidor municipal? Por que tanto descaso nessa gestão? Por que o Prefeito não vai ao rádio dar uma explicação? Se cortar os contratos milionários, sobra dinheiro.

Por Roberto Alves

13 Comentários para: “ITAPETINGA: PREFEITURA CONTINUA ENROLANDO SERVIDORES E AINDA NÃO PAGOU O VALE ALIMENTAÇÃO

  1. Zé Neto

    Entrega o cargo prefeito e deixa seu vice assumir, pois em 2020 vc vai levar um pau tão grande que não vai nem acertar o caminho de salvador

    Responder
  2. Servidor da Educação

    Boa Tarde Roberto e demais leitores,

    Sou servidor efetivo lotado na Secretaria de Educação exercendo a função de Auxiliar Administrativo. Ocorre que esse ano todos os servidores foram convocados para participarem da Jornada Pedagógica na UESB. Foi servido um café para os participantes e em seguida a palestra.

    Pronto. A palestra de uma professora da UESB/Jequié. Antes do início, algumas “autoridades” foram chamadas para composição da mesa e, consequentemente, falaram ao microfone aos participantes. Roberto vou te dizer uma coisa, nunca vi tamanha frustração por parte de autoridades como vi ali.

    O primeiro a falar foi Renan Pereira, que após defender o indefensável, tomou uma sonora vaia da maioria dos presentes. Digo maioria que tiveram aqueles que o aplaudiram. Em seguida, o Prefeito, que praticamente nada disse, com medo das vaias. E foi assim, cada autoridade que falava, vaias. A não ser os representantes sindicais.

    Na fala do Secretário de Educação, foi enfatizado o fato de que o salário dos profissionais de educação eram os melhores da Bahia, citando os ganhos de cada um. Mas o que gerou muito burburinho foi o fato do mesmo ter dito que o salário dos professores estão no patamar que foi listar a seguir:

    3.001,00 a 4.000,00
    4.001,00 a 5.000,00
    5.001,00 a 6.000,00
    6.001,00 a 7.000,00
    7.001,00 a 8.000,00
    8.001,00 a 9.000,00

    Isso mesmo, esses valores, que segundo ele eram valores bruto. Dessa vez, TODOS os professores protestaram e se retiraram do auditório, ficando apenas uns poucos.

    Que administração desastrosa que colocamos em nossa cidade. Itapetinga não merece isso. Precisamos dar um jeito. Peço a todos que participem das sessões da Câmara e lá, iremos exigir dos nobres Vereadores que se faça uma auditoria e quem sabe, cassar o mandato desse Rodrigo de Salvador.

    Obrigado.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *