ITAPETINGA: SEM CHANCES DE TEREM APOIO DE MICHEL

“O próprio Michel, que já tem quase 88 anos, sabe que apoiando qualquer um outro candidato, numa eventual vitória, jamais teria o controle do poder nas mãos”

edilson lima e adriano alcântaraITAPETINGA-BA – Algumas figuras da política municipal já estão começando a se frustrar. De acordo conversas, de fontes ligadas ao ex-prefeito Michel Hagge, que já fala nos bastidores políticos, que caso permaneça a “União” (PMDB/DEM), o candidato será indicado por ele, sendo o seu neto, Rodrigo (PMDB). Com estas supostas afirmações, alguns nomes que sonhavam em ser o candidato a prefeito com apoio do PMDB/DEM nas próximas eleições, já se sentem visivelmente frustrados. Um deles, é o do comunicador Edilson Lima (partido?), que tempos atrás, alarmou aos quatro cantos do mundo, que “Seu” Michel o havia “chamado pra perto”.

O Presidente do Sindicato Rural, Adriano Alcântara (PSDB), também poderia ser um nome de consenso, mas fontes ligadas aos ex-prefeitos, descartam totalmente esta hipótese, já que existe uma “mágoa” do ex-prefeito Michel com a atual cúpula do Sindicato Rural, que inclusive foi tema de um comentário feito pelo radialista Amaral Júnior no seu programa de rádio, dias atrás.

Nessa linha dos frustrados, segue mais gente, que também tinha em mente que teria espaço na oposição. Para quem acompanha a política em Itapetinga, já deu pra notar que se houver a “União/Consenso” entre os ex-prefeitos Michel Hagge e Dr. José Otávio (PMDB/DEM), a chapa já estaria sacramentada: Rodrigo Hagge seria o candidato, e tendo como vice, o pecuarista Renan Pereira (DEM), ainda correndo por fora, estaria o nome do professor e Presidente do DEM, Geraldo Trindade. Os ingênuos sonhadores, deveriam perceber, que em se tratando de Michel, não existe muito espaço neste Clã. O próprio Michel, que já tem quase 88 anos, sabe que apoiando qualquer um outro candidato, numa eventual vitória, jamais teria o controle do poder nas mãos.

O líder do PMDB local não esconde o fato da ex-candidata Kátia Espinheira (atualmente sem partido) ter alcançado 11 mil votos na eleição de 2012, quando foi candidata pelo PMDB com seu apoio. Pensando assim, não abre mão de indicar a cabeça de chapa, tendo em mente a baixa votação dada ao saudoso Dr. Arnaldo Teixeira (PR), também no pleito de 2012, que recebeu o apoio do ex-prefeito José Otávio Curvelo. UM PENSAMENTO “PERIGOSO” QUE PODERÁ DEIXAR MUITA GENTE DESCONTENTE. Na opinião de alguns políticos, o melhor nome da oposição, hoje, seria o do pecuarista Renan Pereira (DEM), por ser um candidato experiente, e que já está em campo, conversando com setores da sociedade, visando uma candidatura em 2016.

No entanto, a surpresa para as próximas eleições é a chegada de uma terceira força, que já começa a se formar, e pela primeira vez, três candidatos poderão disputar a política municipal de igual pra igual, numa polarização dos eventuais concorrentes à prefeitura de Itapetinga nas próximas eleições.

Por Roberto Alves

12 Comentários para: “ITAPETINGA: SEM CHANCES DE TEREM APOIO DE MICHEL

  1. Eleitor denando

    nao vejo alécio uma força politica, pois ele dependeria do voto do grupo do atual prefeito, numa divisão deixa fragil os dois

    Responder
  2. Primo dos Ferraz

    ROBERTÃO MEU PRIMO ALECIO VEM MUITO FORTE, VC VAI VER, ESTÁ FAZENDO UM TRABALHO DE BASE (CONSOLIDANDO COM DIVERSOS PARTIDOS), ESPERE E VERÁ

    Responder
  3. Pirulito

    a politica ta se aproximando e ta todo mundo querendo ser prefeito de itapetinga, mas não vejo preparo em nenhum desses ai que se apresenta, nao voto em nenhum desses dois

    Responder
  4. Pingback: ITAPETINGA: PODERÁ EXISTIR UMA TERCEIRA FORÇA EM 2016 ??? - www.cidadeacontece.com.br

    1. Roberto Alves Resposta do autor

      Sim, só clicar no advérbio de tempo,”RECENTEMENTE”, e automaticamente já abre a matéria com o seguinte título: “ITAPETINGA: SEM CHANCES DE TEREM APOIO DE MICHEL”, lá você verá o seguinte trecho:

      “No entanto, a surpresa para as próximas eleições é a chegada de uma terceira força, que já começa a se formar, e pela primeira vez, três candidatos poderão disputar a política municipal de igual pra igual, numa polarização dos eventuais concorrentes à prefeitura de Itapetinga nas próximas eleições”.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *