ITAPETINGA: SERVIDORES MUNICIPAIS COM SALÁRIO REDUZIDO E CARGA HORÁRIA AUMENTADA

Servidores da Saúde Municipal de Itapetinga estão revoltadíssimos com a atual situação que vem ocorrendo com os servidores municipais. De acordo relato de uma funcionária, na gestão do ex-prefeito José Carlos Moura (PT) os servidores trabalhavam 6 horas e ganhavam 6% em cima do salário base e o salário tinha aumento. Na gestão do atual Prefeito Rodrigo Hagge (PMDB), os servidores tão tendo que trabalhar 8 horas por apenas um salário mínimo e sem aumento. Veja no print o que diz a funcionária ao procurar o nosso Blog para fazer a denúncia. Sua identidade foi reservada por medo de perseguição.

Clique para aumentar a imagem

A servidora disse que em uma reunião, o secretário Municipal de Saúde, Hélder Serafim (PSDB), havia dito que os servidores trabalhariam as 8 horas e teriam aumento no salário, mas de acordo a denunciante, em uma outra reunião, o secretário disse que não havia dito e ainda ameaçou: caso os funcionários entrassem em greve, seriam postos para fora. “O salário de auxiliar e de técnico de enfermagem está defasado, trabalhamos 8 horas para ganhar um salário mínimo”, desabafa.

Falta de medicamento nos Postos

Outra queixa é a falta de medicamento nos Postos de Saúde. Falta gases e até fita adesiva cirúrgica. Outro material que falta é vacina. As críticas às longas filas no Guilherme Dias e no CDM, continuam nos quatro pontos da cidade.

Por Roberto Alves,
baseado em relato de uma servidora

13 Comentários para: “ITAPETINGA: SERVIDORES MUNICIPAIS COM SALÁRIO REDUZIDO E CARGA HORÁRIA AUMENTADA

  1. Servidor

    Essa funcionária deve ter votado em Rodrigo, assim como eu, o que mais ouço é eleitor do gabiraba arrependido, agora nao tem jeito, o que temos de fazer é torcer para esses 3 anos passarem logo. E espero que todos aprendam como eu aprendi e eliminar esse povo da política de Itapetinga. 1 ano de governo e só fecharam um buraco em frente a Disvel, o resto foi inauguração da pintura rosa do Museu e da mudança da policlínica de endereço, e para pagar aluguel caro. Estamos perdidos. Espero que lembrem na próxima eleição.

    Responder
  2. anônimo

    Otários tem que se fuder, votaram no saruê porque quiseram ou foram comprados. Compraram um produto é receberam outro sem direito a devolução. Apelem para o direito do consumidor. Fodam-$e.

    Responder
  3. Revoltado

    O salário do pessoal da Saúde estar atrasado…. isso merece investigação pq a verba chega todo mês ….. e esse mês de novembro não tem previsão de pagamento

    Responder
  4. ENVERGONHADO

    Sr. Roberto e leitores,

    Este assunto do achatamento do salario não é prerrogativa apenas dos servidores da saúde. Todos os servidores, de todas as secretarias, estão sofrendo o mesmo arroxo salarial e aumento da carga horária, exceto os professores, pois eles tem um excelente plano de cargo e salário, além de um sindicato atuante. Apenas alguns poucos apaniguados é que ainda nāo estão reclamendo, por pura paixāo política, mas por pouco tempo. Os secretários Orlando e Carlito estão de parabens pelo “excelente” trabalho que estão desempenhando, que além de implantar o arroxo, também tem acusaçoes contra eles de assedio moral. E, ai de quem ousar questionar um dos dois. pode pagar caro.
    Estou envergomhado!!!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *