ITORORÓ: DEPUTADO ROSEMBERG DEFENDE DIÁLOGO ANTES DE QUALQUER DECISÃO SOBRE COLÉGIO ESTADUAL FRANCISCO ANTÔNIO

O deputado Rosemberg Pinto (PT) considerou como levianas as acusações de setores da oposição ao seu mandato em Itororó e na região do Médio Sudoeste, que o acusam de uma suposta intromissão política na decisão da Secretaria de Educação do Estado (SEC) de unificar, dentro da sua política de ordenamento das atividades pedagógicas e didáticas da Rede Estadual de Ensino, o Colégio Estadual Francisco Antônio de Brito e o Centro Territorial de Educação Profissional (Cetep), ambos em Itororó, sua cidade natal.

“Não tem nada a ver. A decisão é do secretário Walter Pinheiro. E o problema não é a decisão, mas a forma como ela está sendo tomada. A otimização serve para prestar um serviço melhor na educação, mas é necessário envolver, com algum tempo de antecedência, professores, servidores, alunos e os pais dos alunos”, defendeu Rosemberg.

Para o deputado, antes de qualquer tipo de ação nesse sentido, mesmo que vise melhorar o ordenamento e a sistematização da rede escolar, a pasta tem que elaborar um planejamento. “O problema é que esses erros caem na conta do governador Rui Costa e dos deputados da região. O secretário deve planejar, afinal, uma secretaria robusta tem que trabalhar com planejamento. Dessa forma açodada gera uma situação de desconforto para toda a classe escolar”, criticou, ao apontar problemas registrados em outras cidades, como em Itajuípe, onde as matrículas chegaram a ser suspensas. Ainda segundo Rosemberg, Buerarema, Ibicaraí, Itapetinga e Vitória da Conquista também registraram problemas na organização escolar antes do início do ano letivo.

Ascom do deputado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *