ELEIÇÃO DA CÂMARA DE VEREADORES: VERGONHA E FALTA DE RESPEITO

Por Ramiro Oliveiraramiro

O que vimos na internet e ouvimos nas rádios foi uma tremenda falta de respeito por parte dos vereadores com a comunidade que os elegeu. Um vereador abraçado a urna como se fosse um brinquedo que é seu e ninguém pode tomar. Outros vereadores querendo ir aos tapas com seus pares e a imprensa escrita e falada escrachando e esculhambando alguns vereadores e seus assessores. Lideres partidários, ou pessoas que se acham lideres indo as rádios e despejando arrogância contra alguns vereadores. Em meio a tudo isso estão os partidos políticos, pelo menos em Itapetinga, fracos, capengas e sem autoridade partidária. Isso mesmo, sem autoridade partidária e sem respeito e sem ética para com os seus filiados e liderados.naara urna 5

Os políticos devem sempre zelar pela vontade de seus eleitores que confiaram em suas ideologias de trabalho e com a ideologia e estratégia de governo de sua agremiação. O mandato eletivo deve ser coerente com o que foi apresentado durante a campanha eleitoral e deve ser respeitado até o final de deu mandato.

Como observa José Afonso da Silva, em sua festejada obra Curso de Direito Constitu-cional Positivo (Malheiros, 25ª ed. p. 406), a disciplina deve ser entendida como respeito e acatamento do programa e objetivos do partido, às regras de seu estatuto, cumprimento de seus deveres e probidade no exercício dos mandatos, bem como a aceitação das decisões tomadas pela maioria de seus filiados e militantes. Ainda segundo o mesmo autor, o ato indisciplinar mais sério é o da infidelidade partidária, que se manifesta de dois modos: a oposição, pela atitude ou pelo voto, a diretrizes legitimamente estabelecidas pelo partido; e o apoio ostensivo ou disfarçado a candidatos de outra agremiação.DSCF5156

Em Itapetinga isso é só o que acontece, vereadores eleitos por um partido que se diz abertamente que é da oposição apoiando e defendendo o poder executivo. Existem partidos que apoiam o poder executivo, mas em seus quadros existem vereadores que são contra o poder executivo. Esses vereadores deveriam ser expulsos dos seus partidos por infidelidade partidária porque não respeitam as diretrizes do partido.

Então o povo quer saber:

Porque é que os partidos da oposição não expulsa ou pede para os infiéis se desligarem das legendas que os elegeram?

Por que esses partidos que se dizem de oposição não vão as rádios ou a imprensa escrita da uma explicação aos eleitores que votaram em seus candidatos sobre a posição do partido e do comportamento dos seus vereadores?

DSCF5153

A COVARDIA CONTRA DIRCEU E O PRIVATISMO DOENTIO DOS TUCANOS


dav
O ex-ministro e ex-deputado federal José Dirceu completou cinco meses no presídio da Papuda. Sua pena é em regime semiaberto, de acordo com decisão soberana do plenário do STF. Contudo, o político de direita, o condestável juiz midiático, Joaquim Barbosa, e seu capataz para assuntos pertinentes à perseguição e ao autoritarismo, juiz de instância menor, Bruno Ribeiro, perseguem o político e militante petista, que até hoje não conseguiu sair para trabalhar, realidade esta que não ocorre com os outros condenados do “Mensalão”.

O Mensalão nunca existiu e por isto tal caso é também chamado de Mentirão — apropriadamente. A verdade nua e crua é que o “Mensalão”, como ação de compra de votos sistemática para que o Governo tivesse maioria na Câmara e aprovasse seus projetos, não passa de uma farsa e fraude, pois as acusações sobre sua existência somente tiveram por finalidade colocar o Governo Trabalhista de Dilma Rousseff contra a parede, bem como derrubar o ex-presidente trabalhista, Luiz Inácio Lula da Silva, da Presidência da República em 2005. O sonho da direita por um novo impeachment. Só que agora contra um líder político carismático e de esquerda.

A imprensa comercial e privada banca todo esse golpismo. Ela deseja pautar os governantes eleitos pelo povo, destruir quem considera seus inimigos políticos e ideológicos e assumir o lugar dos políticos tucanos, do DEM, do PPS e agora do PSB, com o propósito de atuar e agir como partido político, que, diuturnamente, combate o PT, suas principais lideranças, a exemplo de José Dirceu, José Genoíno e os governantes trabalhistas Lula e Dilma Roussef, que têm de enfrentar os magnatas bilionários de mídias, bem como seus cães serviçais e porta-vozes de seus interesses, que não são, nunca foram e jamais serão os mesmos do Brasil e do povo brasileiro.

Apesar das provas “tênues” contra José Dirceu, como afirmou irresponsavelmente e cinicamente o ex-procurador-geral direitista, Roberto Gurgel, juízes políticos, vaidosos, a exemplo de Gilmar Mendes, Marco Aurélio de Mello, Luiz Fux, Ayres Britto e Cezar Peluso, aceitaram as acusações e atenderam os interesses de uma imprensa alienígena e de negócios privados, que se aliou ao PSDB, desavergonhadamente, a ter como norte a derrota do PT em toda e qualquer eleição presidencial, pois o que interessa é estancar o processo de desenvolvimento do País, diminuir quando, não, extinguir os programas sociais, além de reiniciar as privatizações.

O objetivo principal dos tucanos é entregar o Pré-Sal, por intermédio do modelo de concessões e suspender o sistema de partilha, que permite à Petrobras ter o controle dos produtos oriundos desse verdadeiro tesouro, que vai ajudar o Brasil investir em educação e saúde, conforme aprovado pelo Congresso Nacional e ratificado pela Presidência da República. E é exatamente isto que a direita partidária, a midiática, as petroleiras internacionais, os banqueiros e os governos da UE e dos EUA não querem. A direita não quer o desenvolvimento do Brasil! Ponto!

Os conservadores não querem a valorização do salário mínimo como projeto de estado e, sim, como de governo, e, em nome do combate à inflação, prometem efetivar medidas impopulares, como afirmou o tucano Aécio Neves, em vez de apresentar alternativas para melhorar os programas sociais e garantir fontes de riqueza para os brasileiros exemplificadas no Pré-Sal e na defesa da Petrobras, uma das quatro maiores empresas de petróleo do mundo e portadora de vasto conhecimento científico e tecnológico sobre exploração de petróleo no fundo do mar. Os tucanos, realmente, são os mensageiros da peste, da iniquidade, e a promessa, pronta e acabada, de infringir dor aos mais francos, aos pobres — aos que podem menos.

Quando vejo e ouço um almofadinha, um verdadeiro e genuíno coxinha como o Armínio Fraga a deitar falação neoliberal e a defender o que já foi derrotado, o que fracassou, o que não deu certo e o que prejudicou o Brasil, o seu povo, bem como derreteu as economias europeias e norte-americana, fico a pensar: “ou o mundo está louco, doido varrido, ou todo mundo é otário, trouxa, ou completamente sem noção das realidades que nos rodeiam”. Não é possível que o povo brasileiro que alcançou tantas conquistas com seu trabalho, com seu poder de compra e com seu esforço vai votar em candidato de direita, que preza o status quo e que não tem nenhum vínculo com os interesses do povo brasileiro, a exemplo de Aécio Neves, tucano do PSDB e que tem como um de seus porta-vozes um incompetente quando trata da coisa pública, como o economista Armínio Fraga.

Quem duvida que se digne a ver os números e índices de Fraga quando ele era o presidente do Banco Central. Armínio Fraga é banqueiro e como tal vai ser um dos homens de Aécio Neves que vai colocar em prática toda a doutrina neoliberal que não deu certo e somente trouxe desemprego, desesperança, fome e miséria para o povo brasileiro. O banqueiro foi diretor-gerente da Soros Fund Management, trabalhou na Salomon Brothers, no Banco de Investimentos Garantia, além de ser conselheiro do Unibanco. Fraga é um burocrata sofisticado de bancos e banqueiros, e completamente voltado aos interesses do mercado, principalmente no que concerne a Wall Street. Armínio Fraga, definitivamente, não dá!

José Dirceu está a ser apenado duas vezes. Ele, além de estar preso injustamente, agora também se tornou refém de juiz que preside o STF, de forma casuística, ainda tem de se submeter às vontades e aos devaneios do juiz de instância menor, Bruno Ribeiro, da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal e filho de importante de dirigente do PSDB de Brasília, além de ter sido levado a assumir tal cargo por causa de interferência e influência de Joaquim Barbosa.

Todavia, José Dirceu não está sozinho. A OAB já questiona duramente o presidente do Supremo, setores da imprensa também, além de juristas renomados, bem como o caso vai ser levado à Corte Interamericana de Direitos Humanos da OEA. Sem justiça não há paz, e quem preza a cidadania, a justiça, a democracia e a verdade sabe que a maioria dos juízes do STF agiram como políticos, do espectro ideológico conservador, e, consequentemente, alinharam-se com os interesses políticos da Casa Grande brasileira, uma das mais perversas do mundo.

O líder petista ora encarcerado é vitima de perseguição de juízes da VEP. Dirceu até hoje não conseguiu sair para trabalhar porque supostamente usou celular e comeu um feijoada, em lata, diga-se de passagem. As duas denúncias não procedem e não foram comprovadas. Ao contrário, o próprio diretor do presídio da Papuda afirmou, após os fatos serem investigados, que não aconteceu tais “privilégios”. Mesmo assim o juiz Bruno Ribeiro, no alto de sua importância e arrogância, protelou ao máximo a saída de Dirceu para trabalhar, e, desse odioso modo, rasga solenemente as leis do País.

Anteriormente, o condestável juiz Joaquim Barbosa revogou decisão do juiz Ricardo Lewandowski, que, na cadeira da presidência do Tribunal, autorizou que José Dirceu trabalhasse. Barbosa desrespeitou uma decisão do presidente interino, que recebeu documentos da VEP, da direção da Papuda, do MP, para poder analisar o que estaria a acontecer com Dirceu no que é referente ao direito de trabalhar e às denúncias publicadas em uma coluna de fofoca política da Folha de S. Paulo chamada de “Painel”.

Como se percebe, a prisão de Dirceu, além de ser, indubitavelmente, um processo político, transformou-se também em uma covarde perseguição midiática e realizada por jornalistas paus mandados de magnatas bilionários de imprensa, que pensam que o Brasil de 210 milhões de habitantes e sexta maior economia do mundo é o quintal da Casa grande deles, em Nova York, Miami, Londres ou Paris, é claro. A covardia contra José Dirceu e o privativismo doentio dos tucanos ainda demonstram que o Brasil tem ainda muito que trilhar para ser totalmente democrático e civilizado. É isso aí.

Por Davis Sena Filho/Brasil 247

ACABOU A GREVE DA POLÍCIA MILITAR NA BAHIA

greve_pm_ba_assembleiaFoi decretado o fim da greve da Polícia Militar em Salvador, no início da tarde desta quinta-feira (17), pelo presidente da Aspra (Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares no Estado), Marco Prisco. A greve, deflagrada na noite da última terça-feira (15), teve a duração de dois dias e chegou ao fim após votação da categoria pelo fim da paralisação em assembleia realizada no Wet’n Wild, na Paralela. Os policias prometem comemorar o acordo com um churrasco no local.
Representantes das associações do comando de greve se uniram a Prisco para decidir pelo fim do movimento. Sob gritos de “A PM voltou”, as tropas reunidas no parque aquático anunciaram o fim da greve e o retorno às atividades. A assembleia aconteceu após reunião entre o comando geral da Polícia Militar e representantes das associações da categoria que elaboraram um novo documento de reivindicações. A reunião também contou com a presença de Dom Murilo Krieger, Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, que rezou com os policiais durante a elaboração do documento.
Após o encontro, o comandante-geral da PM-BA, coronel Alfredo Castro, já havia informado que tudo indicava o encerramento da greve. Pela manhã, a pedido do Ministério Público Federal (MPF), o Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), sediado em Brasília, concedeu liminar determinando a imediata paralisação da greve da Polícia Militar na Bahia, sob pena de pagamento de multa diária de 1,4 milhões de reais. Determinou, ainda, o bloqueio de bens de Marco Prisco, das associações envolvidas no movimento paredista e de seus dirigentes. O fato deve ter pressionado as associações da categoria a fecharem um acordo e retomarem as atividades.

ELEIÇÃO PARA PRESIDÊNCIA DA CÂMARA DE VEREADORES DE ITAPETINGA OCORREU DENTRO DA LEGALIDADE

nidiaNa manhã desta quarta-feira, um verdadeiro tumulto tomou conta da Câmara de Vereadores de Itapetinga, quando ocorreu a eleição da mesa diretora para o biênio 2015-2016. Os vereadores de oposição tentaram de forma desesperada impedir a realização da Sessão Especial para o referido processo eleitoral, inclusive, após o prazo ter expirado, os edis Naara Duarte e Eliomar Barreira “Tarugão” chegaram atrasados e queriam apresentar chapa. Com o Plenário lotado a Presidente da Casa, Nídia Oliveira, conduziu o processo de maneira firme e serena e anunciou o resultado da votação que elegeu com 8 votos a favor a chapa que tem Valdeir Chagas como Presidente, Neide Pereira, Vice-Presidente, 1º Secretário – João Carlos, 2º Secretário – Valquírio Lima, 3º Secretário – José Antunes.
Após o término da sessão surgiram boatos a respeito da presença de um oficial de Justiça que trazia liminar para que a sessão não fosse realizada, porém a mesma já havia terminado. A eleição foi marcada no tempo exigido e tudo ocorreu dentro da legalidade conforme o Artigo 3, parágrafo único do Regimento Interno, que diz: “A Eleição da renovação da Mesa ocorrerá até o dia primeiro de Janeiro, em sessão especial, convocada em horário a ser definido pelo plenário, cuja posse se dará imediatamente, para vigência do biênio seguinte, a partir do primeiro dia do ano.”
Algumas Câmaras de Vereadores a exemplo da cidade de Ibicuí, Caldeirão Grande e Floresta Azul e Lagarto, já realizaram eleição para a próxima presidência, e outras já têm data marcada, como a da cidade de Ibicaraí, uma vez que é um processo normal. Em Itapetinga é práxis da Câmara de Vereadores, que já realizou eleições antecipadamente como as que elegeu Presidentes, Gilberto Rodrigues em 1996, José Roberto (2007-2008) e João de Deus (2011-2012) como informou o Chefe de Gabinete do Legislativo e ex Vereador, Gama Sobrinho, que afirmou ainda que a liminar solicitada pelos vereadores de oposição foi baseada na Lei Orgânica ultrapassada, uma vez que a mesma foi atualizada.
“Estamos tranquilos, tudo ocorreu dentro da legalidade. Algumas cidades já realizaram essa votação, não sei pra que essa confusão. Aqui mesmo, outros presidentes foram eleitos com a eleição antecipada”, destacou Nídia Oliveira.
Votaram a favor os vereadores; José Roberto Menezes, João Carlos, Nídia Oliveira, Amaral Junior, Neide Pereira, José Antunes, Valquírio Lima e Valdeir Chagas.
Por Márcia Aguiar

ITAPETINGA: MUITA CONFUSÃO NA VOTAÇÃO PARA NOVA MESA DA CÂMARA DE VEREADORES

 

VOTAÇÃO PARA NOVA MESA DA CÂMARA DE VEREADORES

“O PAU COMEU”

VOX POPULI: DILMA VENCERIA NO 1º TURNO, COM 40%

Pesquisa Vox Populi divulgada nesta tarde aponta a presidente Dilma Rousseff liderando a disputa pelo Palácio do Planalto, com 40% das intenções de voto do eleitorado; adversários do PSDB, Aécio Neves, e do PSB, Eduardo Campos, ficaram estacionados, com 16% e 8%, respectivamente; candidata do PT oscilou um ponto negativo em relação à última pesquisa, feita em fevereiro, mas ainda venceria eleições no primeiro turno.

dilma

Levantamento realizado pelo Instituto Vox Populi e divulgado pela revista CartaCapital na tarde desta quarta-feira 16 aponta, mais uma vez, a vitória da presidente Dilma Rousseff já em primeiro turno, com 40% das intenções de voto.
Em relação à pesquisa Vox Populi divulgada em fevereiro, Dilma caiu 1 ponto percentual, o que demonstra estabilidade. Os dois adversários praticamente não avançaram sobre os índices da presidente. Aécio Neves, do PSDB, registrou 16%, e Eduardo Campos, do PSB, 8%.
Juntos, os opositores têm 14 pontos a menos do que a presidente, a menos de três meses do início da campanha. O senador Aécio Neves também oscilou um ponto para baixo, comparado com a mostra de dois meses atrás.
Já Eduardo Campos, que nesta semana lançou oficialmente sua pré-candidatura com a vice Marina Silva na chapa, ganhou dois pontos. O candidato do PSC, Pastor Everaldo Pereira, foi lembrado por 2% dos eleitores.
Os pré-candidatos Levy Fidelix (PRTB), Randolfe Rodrigues (PSOL), Eymael (PSDC) e Mauro Iasi (PCB) não registraram nenhum ponto. Votos brancos ou nulos representam 15% dos entrevistados e percentual que não sabe em quem votar ou não respondeu é de 18%.
O instituto ouviu 2.200 eleitores em 161 municípios para realizar a pesquisa, entre os dias 6 e 8 de abril. Os detalhes da mostra serão divulgados nesta quinta-feira 17.

Fonte: Brasil 247

SERGIPE: CIDADE DE LAGARTO ANTECIPA VOTAÇÃO PARA PRESIDÊNCIA DA CÂMARA DE VEREADORES

 

    GILBERTO DA FARINHA FOI ELEITO PRESIDENTE DA CÂMARA PARA BIÊNIO 2015/2016

Na sessão que marcou por definitivo o final dos trabalhos na Câmara Municipal de Lagarto em 2014, público e vereadores acompanharam um grande tumulto, envolvendo a eleição antecipada da mesa diretora para o biênio 2015/2016 nesta quinta-feira (26). Teve até vereador que encontrou um mandinga debaixo da mesa onde costuma ficar no plenário. O fato foi confirmado por pessoas que chegaram cedo à sessão. Marcada na semana passada, a eleição, inicialmente, contava com duas chapas. Uma encabeçada pelo atual presidente da câmara, Fraga da Brasília (PSDB), e outra pelo vice-presidente, Gilberto da Farinha (PP), mas que agora disputava o pleito como oposição atual mesa.No entanto a votação não aconteceu como esperada. Antes mesmo de iniciar o processo de votação, Fraga anunciou a suspensão da eleição, convocando outra data e, junto com mais oito vereadores, se retirou do plenário. Porém, a maioria absoluta permaneceu e quem deu continuidade foi o então vice-presidente Gilberto.Os seguintes vereadores votaram no nome de Gilberto da Farinha para presidente: Carlos, Kléber, Fábio Frank (PCdoB), George de Zizi (PDT), Eraldo, Érico, Pedrinho, Washington da Mariquita (PTB) e o próprio Gilberto. Foram classificadas como abstenções as participações de Adson do Leite (PV), Cláudio, Enilton da Farmácia (PMDB), Fraga, Joselmo de Antônio Simões (PSC), Marta, Valmir de Carminho (PV) e Xexeu (PSD) – estes nove deixaram o plenário junto com Fraga da Brasília

Eleições antecipadas na cidade de Lagarto-Sergipe

ITAPETINGA – ELEIÇÃO PARA PRESIDÊNCIA DA CÂMARA DE VEREADORES: QUAL A LEGALIDADE OU ILEGALIDADE?

              VEREADOR VALDEIR CHAGAS, ELEITO PRESIDENTE DA CÂMARA DE                            VEREADORES, (Biênio 2015/2016). DOS 15, O EDIL OBTEVE 8 VOTOS.

DSCF5225

Vereador Valdeir Chagas eleito Presidente da Câmara de Vereadores, biênio 2015/2016

Eleição para presidência da mesa da câmara de vereadores de Itapetinga, biênio 2015/2016, aconteceu nesta quarta-feira, (16), em uma sessão especial no plenário Dr. Ulisses Guimarães, na câmara de vereadores. Em meio a muito tumulto, feito por vereadores de oposição, principalmente a vereadora,  Naara Duarte,  que não se conteve e se jogou em cima da urna de votação, posteriormente liberada para que os vereadores pudessem votar.
De acordo com a lei orgânica do município de Itapetinga, art. 36º disse – A mesa da câmara municipal será composta de um  Presidente, um Vice-Presidente, um Primeiro e segundo Secretários eleitos para um mandato de dois anos, vedada a recondução para o mesmo cargo na eleição imediatamente subsequente.

Art. 3º do Regimento Interno – O mandato da Mesa da Câmara será  de 2 (dois) anos.
Parágrafo único – A Eleição da  renovação da Mesa ocorrerá até o dia primeiro de Janeiro, em sessão especial, convocada em horário a ser definido pelo plenário, cuja posse se dará imediatamente, para vigência do biênio seguinte, a partir do primeiro dia do ano.

Art. 19 – A eleição renovatória  da mesa da câmara ocorrerá até o dia 1º de Janeiro, quando da instalação da legislatura, para mandatos de dois anos, proibida a reeleição

Art. 20 – Expirado o mandato da Mesa, serão realizadas eleições para o biênio seguinte , na mesma data do art. antecedente, podendo ser antecipada, onde todos vereadores presentes exercerão o direito de voto.

Quando a presidente Nídia Oliveira, na sessão do dia, (10-04-2014), colocou em votação horário e data, para que fosse realizada a sessão especial para eleição da nova mesa da câmara de vereadores, foram 6 votos favoráveis e 5 contrários.

“Foi realizada uma sessão especial, com respaldo na lei orgânica e no regimento interno. Os últimos presidentes, todos foram eleitos e todas as eleições foram realizadas antes da última sessão ordinária. Foi uma sessão especial, toda fundamentada nos artigos que tratam da eleição da mesa. E a lei orgânica é clara, disse que as atribuições de membros da mesa e a forma de suas substituição, as eleições para sua composição e os casos de destituição, serão todas definidas no regimento interno da casa. Então não existe nem um ato de ilegalidade”. Disse o Advogado, Fábio Jules.

DSCF5134

Vereador João Carlos e o Presidente eleito, Valdeir Chagas

DSCF5135

Vereadores Zé Antunes e Valdeir Chagas

DSCF5138

Vereadores Amaral Jr e Neide Pereira

DSCF5139

João Carlos, Nídia Oliveira e Valquirão

DSCF5145

Urna de votação

DSCF5146

João Carlos, Nídia Oliveira e Valquirão

DSCF5169

Vereador José Roberto

DSCF5184

Nídia e João Carlos

DSCF5192

Urna de votação

DSCF5203

Zé Roberto votando

DSCF5194

Gama Sobrinho

DSCF5204

Zé Antunes votando

DSCF5205

Vereadora Neide Pereira votando

DSCF5207

Zé Roberto, Gama Sobrinho e Robério Pepeta

DSCF5209

Vereador João Carlos votando

DSCF5225

Presidente Eleito, Valdeir Chagas, sendo aplaudido pelo público presente

DSCF5228

Zé Antunes, Neide Pereira, Zé Roberto e Valdeir Chagas

DSCF5196 DSCF5227               AS FOTOS ABAIXO MOSTRAM A OPOSIÇÃO TENTANDO TUMULTUAR O                        PROCESSO DE VOTAÇÃO ( Vereadora Naara segurou a urna de votação)

DSCF5160

Vereadora Naara não queria largar a urnaDSCF5158

DSCF5148DSCF5153  O vereador Amaral Jr, disse que foi agredido com uma cotovelada, pelo sr. Jerisvaldo Pereira, assessor do vereador Renan Coelho. O edil falou que prestará quixa contra Jerry
DSCF5156 DSCF5159 DSCF5160DSCF5161               Por Roberto Alves/cidade acontece

“SUMIÇO” DE VEREADOR É MAIS VELHO DO QUE A “POSIÇÃO DE CAGAR”

 Vereador Valquirão

Vereador Valquirão

ITAPETINGA-BA – Toda vez que acontece o processo de eleição para presidência da câmara municipal de vereadores, vem junto um “tititi”, “um disse me disse”, uma choradeira sem tamanho. O fato é que, um grupo sai vitorioso e o outro derrotado. Geralmente, o que perde não aceita a derrota e sai  chorando feito uma “sanfona velha do fole furado”. Essa semana, o ex-prefeito Michel Hagge, em uma entrevista, soltou a seguinte pérola:

“eu acho muito difícil controlar vereador. É uma coisa muito difícil. Vereador é muito difícil de ser controlado”, disse Hgge, quando questionado sobre o vereador João Carlos, do PMDB, em relação a sua posição na Câmara. Mas, o próprio Michel, deve se recordar do ano de 2005, quando sua filha, Virgínia Hagge, foi eleita presidente da Câmara, disputando com o ex-vereador Benilson Leite (Chiquinho), que na época pertencia aos quadros do  então PFL. 

O saudoso vereador, Rômulo Schettini, saiu do processo, não apareceu para votar, “sumiu” indo pra uma praia em Ilhéus. Na época, Schettini, também pertencia ao PFL, grupo liderado por Dr. José Otávio Curvelo. O resto, todo mundo sabe: Rômulo, não apareceu, Chiquinho perdeu e Virgínia foi eleita.

Como perguntar ofende…lá vai: na época, qual foi mesmo o grupo que teve interesse no “sumiço” do então vereador Rômulo Schettini? esse mesmo grupo teria feito algum acordo com o vereador? “me afastei do processo por culpa deles. Não houve liderança para convocar o grupo e fazer a presidência da Câmara”. Fala de Schittini, na época, em uma entrevista, 07/01/2005  na extinta rádio alternativa FM.

Por Roberto Alves

ITAPETINGA: REFORMA DA CARCERAGEM DO COMPLEXO POLICIAL

Numa parceria da Prefeitura Municipal de Itapetinga, Polícia Civil e Poder Judiciário, teve início na terça-feira (08), a reforma de uma das alas onde estão abrigados os presos da justiça no Complexo Policial. Para a reforma ter início, parte dos presos foi transferida para delegacias da região, a exemplo de Macarani, Itambé e Caatiba. Já nesta quarta-feira (09), funcionários da empresa contratada fizeram a retirada da grade da área de banho-de-sol, que, devido ao peso, teve que ser dividida em duas partes. Atualmente, pouco mais de 50 presos estão custodiados no Complexo Policial de Itapetinga, que já chegou a ter 115 detentos. A capacidade da unidade é de 11 detentos.  Com Informações do itapetinga na mídia

reforma1reforma2