PREFEITO EDUARDO GAMA BUSCA SOLUÇÃO DEFINITIVA PARA ACABAR COM O LIXÃO DE ITAMBÉ

O destino adequado do lixo é um dos grandes desafios enfrentados atualmente pelos municípios. As dificuldades encontradas pelas administrações municipais para sanar este problema levou o prefeito de Itambé e presidente do Civarp, Eduardo Gama, e os prefeitos de Itapetinga Rodrigo Hagge e de Itarantim Paulo Vieira, a participarem esta semana de um encontro no estado do Espírito Santo.

O objetivo foi realizar uma visita técnica para conhecerem o sistema operacional utilizado no Aterro Sanitário de Cariacica, cuja tecnologia atende municípios da região de Vitória, com distâncias de até 200 quilômetros.  “O aterro sanitário onde é descartado o lixo de Cariacica e de várias outras cidades é destaque no país e por isso chega a ser referência quando se busca conhecimento técnico e prático”, ressaltou Eduardo. 

De acordo com ele, a intenção dos prefeitos é elaborar um projeto que viabilize a construção de um aterro sanitário consorciado. “As experiências com a construção e manutenção dos aterros revelam que quanto menor o número de habitantes em um município, maior é o custo da gestão de resíduos sólidos, o que faz dos consórcios públicos uma das soluções viáveis aos municípios de menor porte, como Itambé”, explicou o prefeito.

Conforme Eduardo Gama, uma das maiores preocupações da sua gestão é buscar soluções para acabar definitivamente com o lixão da cidade e, para ele, a construção do aterro consorciado é sem dúvida uma alternativa sustentável e economicamente viável para solucionar o problema.

Um novo encontro para tratar da criação do Consórcio de Aterro Sanitário está marcado para o próximo dia 07 de dezembro, durante 1º Encontro do Consórcio Intermunicipal Vale do Rio Pardo, quando autoridades ambientais e gestores de municípios de toda a região estarão reunidos em Itambé.

Em todo o Brasil, o problema do lixo é preocupante. O avanço na geração de materiais descartáveis levou o Governo Federal a criar uma lei específica para lidar com a situação: a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), instituída em agosto de 2010.

 A PNRS determinou o fim dos lixões a céu aberto e o uso de aterros sanitários como destino final de resíduos sólidos. Os municípios brasileiros tinham até 2014 para eliminar os lixões, entretanto como a maior parte das Prefeituras não conseguiu cumprir a medida, o prazo foi estendido pelo Governo até 2021.

Nicolaia Carneiro ASCOM/PMI

Um Comentário para: “PREFEITO EDUARDO GAMA BUSCA SOLUÇÃO DEFINITIVA PARA ACABAR COM O LIXÃO DE ITAMBÉ

  1. Piada né ?

    Oxe, virou piada mesmo. o prefeito de Itapetinga não resolve os problemas de Itapetinga. Vai muito resolver o de Itambé ?!
    O cara tá acabando com a cidade e os servidores de Itapetinga. E fica aí só preocupado em sair fotos.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *