ESPOSA DE FABRÍCIO QUEIROZ QUE CONSTOU COMO ASSESSORA DE FLÁVIO BOLSONARO TAMBÉM É PRESA PELA PF

Marcia Oliveira de Aguiar, casada com Fabrício Queiroz, também foi presa na manhã de hoje (18) pela Polícia Federal. A ação foi autorizada pelo Tribunal de Justiça de Rio de Janeiro (TJ-RJ).

Assim com Queiroz, Marcia também trabalhou no gabinete de Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). A informação é do jornal O Globo.

Na mesma operação que prendeu, em Atibaia (SP), o ex-assessor Fabrício Queiroz, a Polícia Civil e o Ministério Público do Rio de Janeiro cumprem mandados de buscas e apreensões em um imóvel que pertence ao presidente Jair Bolsonaro em Bento Ribeiro, na Zona Norte do Rio.

Segundo a reportagem, o imóvel em Bento Ribeiro foi usado como um dos comitês de campanha eleitoral de Bolsonaro, que declarou ser o proprietário na relação de bens enviada ao Tribunal Superior Eleitoral. Mas, atualmente, quem mora na casa é Alessandra Esteves Marins, que é ligada ao gabinete do filho do presidente e senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ).

Fonte: Blog do Esmael

4 Comentários para: “ESPOSA DE FABRÍCIO QUEIROZ QUE CONSTOU COMO ASSESSORA DE FLÁVIO BOLSONARO TAMBÉM É PRESA PELA PF

  1. Paulo César

    Aproveitando a matéria de impacto, para levantar uma questão: será que não tem ninguém nessa cidade com coragem suficiente para denunciar o descaso dos Correios? Já tem noventa dias sem entregar correspondências, sob alegação de pandemia. Contas, boletos, faturas, que quiser tem que ir buscar na sede local e ainda enfrentar uma fila absurda.

    Responder
  2. Jorge Bigode

    Paulo César. Como diz Edosn Gomes em uma de suas canções… Vamos amigo lute, se não a gente acaba perdendo o que já conquistou… O nosso povo que reside nos bairros que não recebem as correspondências, (boletos, documentos em geral), principalmente o nosso povo que reside nos residenciais. No ano de 2015, um ano antes das eleições municipais de 2016, (prefeito e vereador), estive conversando com o gerente da Agência do Correio de Itapetinga, daquele ano, em relação ao citado problema, mas o mesmo respondeu que não tinha funcionário para entregar as correspondências atrasadas. A pergunta que não que calar. Será que os 15 vereadores de Itapetinga, que recebem R$ 8.000,00 (oito mil reais) todo mês, não sabem que este grande problema existe.

    Responder
    1. Paulo César

      Sabem sim. Eu mesmo procurei pessoalmente e por ofício vários vereadores, dessa legislatura e da passada, falei com o último ex prefeito, é ninguém se interessou. Protocolo correspondência a diretoria dos Correios e recebi como retorno de que Vila Herika e 12 de dezembro não estavam regularmente cadastrados para receber correspondências. Entreguei essa resposta a dois variadores e ficou por isso mesmo.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *