GOVERNADORES DE GOIÁS E DE RORAIMA DESMENTEM FALSA NOTÍCIA DE BOLSONARO SOBRE O ICMS NO AUMENTO DOS COMBUSTÍVEIS   

Os governadores são Ronaldo Caiado e Antônio Denarium – Goiás e Roraima, respectivamente 

“A alíquota que é cobrada em Goiás é a mesma desde 2016. Não fizemos nenhum reajuste. O imposto é o mesmo do ano passado, por exemplo, em que a gasolina custava até menos de R$ 4,00,” escreveu o governador Ronaldo Caiado nesta manhã, sem citar o nome do presidente ou o governo federal.

“O ICMS do álcool de Goiás é o 5º mais barato. O aumento da gasolina nunca foi culpa do Estado, porque o reajuste é feito pela Petrobrás, seguindo o valor do dólar. Só neste ano, a Petrobrás já subiu em mais de 51% os combustíveis no País. Enquanto for assim, o preço vai subir”, acrescentou.

Caiado é pelo menos o segundo governador a publicar mensagem sobre ICMS e combustíveis nos últimos dias.

Na sexta passada (27), foi a vez de Romeu Zema, também próximo a Bolsonaro. “Não houve nem haverá aumento de impostos na minha gestão. O ICMS dos combustíveis em Minas é o mesmo desde 2018, quando a gasolina era R$ 4”, escreveu o mineiro.

Desde que tomou posse, em 2019, Bolsonaro joga a culpa do preço dos combustíveis nos governadores. Nas últimas semanas, tem renovado os ataques.

Antônio Denarium se soma a Ronaldo Caiado, Romeu Zema e João Doria, que reagiram à tentativa do presidente de culpar os estados pelo aumento na bomba. O governador de Roraima, foi ao Twitter desmentir Jair Bolsonaro, que colocou no colo dos estados a explosão no preço da gasolina.

“Vamos começar a semana esclarecendo que o ICMS de combustível que é cobrado em Roraima É O MESMO desde 1993. O imposto é o mesmo do ano passado, por exemplo, quando a gasolina custava bem menos de R$ 4,00. Portanto, a gasolina não está cara por conta do ICMS cobrado pelo governo.”

Os governadores estão indos às redes rebater a fake news do presidente da República.

Com informações do Antagonista

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *