ITAPETINGA: BOLETIM SINDICATO DE VERDADE “FIQUE POR DENTRO”

Iniciando os informativos sobre os diretos trabalhistas da classe calçadista o Sindicato de Verdade traz como primeiro ponto a dispensa por justa causa aplicada ao trabalhador.

A justa causa como punição mais gravosa no contrato de trabalho está prevista no artigo 482 da CLT, que assim estabelece: os casos mais comuns de dispensa por justa causa na base do Sindicato de Verdade são por faltas ao trabalho não justificadas, o que pode caracterizar a desídia prevista no artigo 482, “e” da CLT.

Não é só o abandono de emprego por 30 dias que caracteriza a justa causa. As faltas não justificadas que levam a advertência verbal, advertência escrita, suspensão por um dia e suspensão por dois dias podem caracterizar justa causa, inclusive confirmada pela Justiça do Trabalho.

Não falte ao trabalho sem apresentar atestado médico ou por motivos pessoais. As faltas ao trabalho são abonadas em alguns casos, dentre outros: 2 dias consecutivos em caso de falecimento do cônjuge (esposo ou esposa, companheiro ou companheira), pais, filhos e irmãos; até 3 dias consecutivos em virtude do casamento; por 5 dias em caso de nascimento de filho ou filha; por 1 dia a cada 12 meses de trabalho para doar sangue, além do período necessário em caso de doença, com o devido atestado médico.

Importante que todas as faltas sejam justificadas por documentos. TRABALHADORES E TRABALHADORAS, VAMOS FICAR ATENTOS.

Sindicato de Verdade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *