EM ITAPETINGA PREFEITO CONTINUA PERSEGUINDO TRABALHADOR: “FUI ALGEMADO”, DISSE AMBULANTE QUE TEVE O CARRINHO DE SALGADO APREENDIDO POR GUARDAS DA PREFEITURA

“Que absurdo! ele não é vagabundo não”, grita popular

Com um dos braços arranhado e se sentindo humilhado, esse é o sentimento do trabalhador ambulante, o vendedor de salgados, Ivan José Nascimento Santos, que teve o seu carrinho de lanche apreendido por Guardas da Prefeitura de Itapetinga no interior da Bahia na manhã desta sexta-feira (29.05). Veja:

Essa é umas das marcas da gestão Rodrigo Hagge e do vice-prefeito Renan Pereira. Itapetinga é uma das únicas cidades do Brasil, onde em tempos de pandemia um trabalhador é ALGEMADO e tem seu carrinho de trabalho apreendido. Veja o vídeo e a indignação da população:

Neste outro vídeo uma popular que está filmando classifica a lamentável cena de “horror e humilhante”, levando o nome de Itapetinga ao ridículo, cidade comandada por uma gestão incompetente. Veja:

Na parte da tarde a nossa reportagem ouviu Ivan, onde ele nos afirmou de que foi algemado levado ao Complexo Policial da cidade. Veja:

O vendedor disse que tomará suas providências legais. Esta imagem mostra o carrinho de salgado já na carroceria do carro da Guarda Municipal.

Por Roberto Alves

14 Comentários para: “EM ITAPETINGA PREFEITO CONTINUA PERSEGUINDO TRABALHADOR: “FUI ALGEMADO”, DISSE AMBULANTE QUE TEVE O CARRINHO DE SALGADO APREENDIDO POR GUARDAS DA PREFEITURA

  1. GERSON

    O POVO REVOLTADO VENDO A TUDO ISSO, QUE PONTO NEGATIVO PARA NOSSA CIDADE QUE JA VEM SENDO MALTRATADA COM ESSA GESTÃO E AÍ MOSTRA O LADO NEGATIVO AINDA MAIS

    Responder
  2. sam Rick

    Um absurdo esse tipo de atitude esse pessoal da guarda devia ir trocar tiro com vagabundo naõ ta… vendedor de salgados em via publica ato de covardia.

    Responder
  3. Anders Pede na Nova

    Enquanto os pais de família lutam para ganhar 500 reais e pagar aluguel comida e água e luz, o prefeito deve gastar MIL apenas com um cavalo de raça. Esse é o novo q o povo escolheu

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *