LÍDER DO GOVERNO NA AL-BA CELEBRA CHEGADA DA VACINA E DIZ QUE VILAS-BOAS SE REUNIRÁ COM PREFEITOS PARA ALINHAR IMUNIZAÇÃO

Líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), o deputado estadual Rosemberg Pinto celebrou a chegada das primeiras doses de CoronaVac ao estado, agendada para às 18h desta segunda-feira (18).

Em conversa com o BNews, Rosemberg admitiu que a notícia trouxe a “esperança” para um futuro com menos infectados e mortos por Covid-19. Nesta primeira fase, a expectativa é de que 180 mil baianos sejam imunizados.

“Nos dá esperança para que possa retomar uma perspectiva de normalidade. Estou esperançoso por ver uma perspectiva de redução de óbitos e infecções, que cresceu muito no Brasil ena Bahia tem crescido. É um alento e com isso também abrem-se as possibilidades de ampliação, inclusive, para que se possa adquirir mais vacinas, seja pelo SUS ou pelos estados”, disse o petista.

O Governo do Bahia tem negociado com a Rússia a aquisição da vacina Sputnik V e já tem um acordo para a compra de 50 milhões de doses. A expectativa é de que seja apresentado à Anvisa, ainda nesta semana, um pedido para o uso emergencial do imunizante.

O deputado disse que irá se reunir logo mais com o governador Rui Costa (PT) e com o secretário de Saúde do estado, Fábio Vilas-Boas.

Segundo Rosemberg, nos próximos dias Vilas-Boas vai se encontrar com prefeitos e prefeitas dos diferentes municípios da Bahia, para alinhar o plano de imunização e criar uma “padronização no atendimento”. O secretário, inclusive, teria pedido à AL-BA o auditório para realizar as reuniões.

“[Vilas-Boas] ele já está com um plano de atividades bem definido com relação à vacina. Ele vai fazer uma reunião com prefeitos e prefeitas, para que se possa criar uma padronização no atendimento, já está trabalhando nisso […] obviamente vai haver um plano bem definido, por regiões, de aplicação da vacina a partir da idade, servidores da saúde, com base no planejamento nacional, que vamos trabalhar para que ocorra de forma muito tranquila”, destacou.

CHEGOU A HORA

Para Rosemberg, os recentes episódios protagonizados pelo presidente Jair Bolsonaro, que por repetidas vezes rechaçou a CoronaVac, fragilizaram ainda mais Bolsonaro. Com a compra fracassada das 2 milhões doses da vacina de Oxford/AstraZeneca, fabricadas na Índia, Bolsonaro só tem à disposição as 6 milhões de dose do imunizante do Instituto Butantan com a chinesa SinoVac.

Segundo o petista, “chegou o limite” do presidente e já é hora do “Congresso” e da “sociedade” se manifestarem.

Fonte: BNews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *