POLÍTICA MACARANI: SÓ OS LOUCOS NÃO SE JUNTAM

A política em Macarani começa a se definir

Se ficarem confirmadas três candidaturas após as convenções partidárias em Macarani, será uma prova lamentável da falta de habilidade e maturidade dos líderes oposicionistas ao ex-prefeito Porto.

A discórdia entre aqueles que lhe fazem oposição vem sendo estimulada por palpiteiros “profissionais” que sabem que se a disputa ficar polarizada entre os nomes de Selma de Armando e Olisandro Nogueira (Noga), o município vai ser dividido meio a meio e, deste modo, ficarão evidentes as diferenças entre os dois concorrentes. Diferenças estas de competências intelectuais, de experiências gestoras, de propostas de campanha e, principalmente, de propósitos de candidaturas. 

O bom senso aponta para uma convergência entre aqueles que repudiam as manobras do ex-prefeito para retornar à prefeitura através da sua esposa.

Essa convergência vem sendo dificultada por meras vaidades pessoais. Uma coalizão antes das convenções partidárias é uma demonstração de lucidez e tem efeito multiplicador no andamento da campanha. Isto é tudo que o adversário teme.

Mesmo os animais irracionais, se unem diante da ameaça de um predador comum. Em situações similares entre os seres humanos, só os loucos permanecem separados. Como dizem: “Abra os olhos, Macarani”.

Por Matheus Lopes

4 Comentários para: “POLÍTICA MACARANI: SÓ OS LOUCOS NÃO SE JUNTAM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *