ITAPETINGA: SERVIDORES DE ESCOLA MUNICIPAL EXPÕEM CRIANÇA EM VÍDEO E MUNICÍPIO DEVERÁ SER PROCESSADO 

Gravíssimo para o município

Funcionários da escola municipal Primeiros Passos, no bairro Clerolandia, filmaram e divulgaram nas redes sociais um vídeo, onde uma criança (aluno) de aproximadamente 5 anos de idade aparece irritada com uma senhora – supostamente funcionária. O vídeo expõe a criança à humilhação e ao constrangimento numa situação vexatória.

No programa “Hora da Verdade” desta quarta-feira (27) levantamos o assunto e logo recebemos o telefonema do líder comunitário do bairro Hilda Gama, Juarez, dizendo conhecer a criança e que mora no próprio bairro. “É aqui mesmo, acho que a mãe já está tomando todas as providências”, colocou Juarez.

Mediante a provocação, logo em seguida o secretário Municipal de Educação, Geraldo Trindade, ligou e participou ao vivo. Geraldo não contestou a nossa fala, e disse que a ação realmente é crime, e que os servidores serão punidos.

Essa é a segunda vez que a administração do prefeito Rodrigo expõe uma criança à situação constrangedora e humilhante. A primeira foi em 2018 na creche Iara Pio no bairro Quintas do Sul, quando uma criança saiu da escola e quase foi parar na pista. Veja aqui

Art. 232 do Estatuto da Criança e do Adolescente – Lei 8069/90. ECA – Lei nº 8.069 de 13 de Julho de 1990 – Art. 232. “Submeter criança ou adolescente sob sua autoridade, guarda ou vigilância a vexame ou a constrangimento: pena – detenção de seis meses a dois anos.”

O espaço está aberto para que representantes da escola se manifestem ou até mesmo o secretário Geraldo, além do próprio prefeito. 

Por Roberto Alves

15 Comentários para: “ITAPETINGA: SERVIDORES DE ESCOLA MUNICIPAL EXPÕEM CRIANÇA EM VÍDEO E MUNICÍPIO DEVERÁ SER PROCESSADO 

  1. Samuel

    Gravíssimo é professor sendo humilhado e maltratado e a população aplaudindo… essa criança precisa é de educação familiar. Se fosse o professor segurando o menino, ja estava preso. Tudo recai no “coitadinho” do menino por isso que tem tanto bandido no brasil. E o prefeito e o secretário deveriam se preocupar é em pagar o décimo que até hj nada…

    Responder
  2. Meu filho de 10 anos um dia chegou em casa todo mijado porque a professora não deixou ele ir no banheiro fazer xixi disse que era mentira dele que ele não estava com vontade aí como ele não aguentou fez na roupa eu deveria era ter processado também não era essa professora por isso pôr expor meu filho

    Responder
  3. Maria Angelica

    Engraçado que ninguém viu e nem se fala na agressão que a funcionária sofreu, ninguém fala em processar a mãe por isso. Só se preocupam com a exposição que está passando o “anjinho”. Vão pra sala de aula rebanho de hipócritas. Essa mãe que deveria ser processada. Tá certo que itapetinga ta uma bosta com esse menino é esse secretário de educação e os outros tbm. Mas daí processar a prefeitura? Me faça o favor e vai educar seu filho dona

    Responder
    1. Leitor

      Se trata de uma criança, e se realmente aconteceu algo desse teor toda a equipe da escola poderia tomar medidas cabíveis, compreensíveis e legais. Porém, um adulto expor uma criança é inaceitável, está no ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente e na Declaração Universal dos Direitos Humanos. A escola é responsável no processo de formação de caráter e na educação tmbém, chega dessa história que educação só vem de casa… por este motivo nossa educação vem a cada piorando. Hoje os professores vão para a profissão se omitindo de suas atribuições. O governo de um modo geral não valoriza o professor (porém eles tem que reivindicar os seus direitos) porém se abster de suas funções básicas também é tão errado quanto. O professor, sobretudo dos ensino fundamental, tem de estar ciente que vai deparar sempre com estes tipos de situações,pois ali há crianças de diversos tipos de famílias (das mais estruturas até aquelas sem estrutura alguma).E estão crianças estão em processo educacional e formação de caráter. É simples. A mensagem vale para todo e qualquer de tipo de funcionário da educação, seja efetivo, contratado, nomeado, etc!

      Responder
    2. Paulo

      Por quê esse discurso de ódio? Independe da ação, estamos falando de uma criança e que devido à IRRESPONSABILIDADE de ter postado, causou uma repercussão IRREVERSÍVEL na vida dela. Os comentários feitos no facebook deixam qualquer ser humano estarrecido e o discurso de ódio alimentado pelas pessoas é inacreditável. Você já parou em algum momento para pensar se fosse um dos seus? O que você faria?
      Não é a atitude do garoto que está sendo questionado e sim a exposição. A indisciplina ela deve sim ser corrigida mas, Infelizmente, os profissionais da instituição pareceram não serem preparados para tal situação e acharam mais bonito gravar o vídeo e expor a criança, estimulando discurso de ódio e injúria racial. Pense, repense e reflita!

      Responder
  4. Daniel

    Vergonha é, alimentar comportamento como o da criança do video e esse site que faz de tudo para perseguir a administração da cidade de tal forma que não se preocupa em prejudica ou não as pessoas como os servidores agredidos pelo mal comportamento da criança ao ponto de virar agressores.

    Responder
  5. Julio José Rodrigues

    Boa Tarde Roberto,

    Mais uma vez peço permissão para expor aqui, minha opinião a respeito desse garotinho que teve sua imagem divulgada nas redes sociais.
    Não se vocês, leitores, se lembram, há um tempo atrás teve também uma imagem veiculada nas redes, onde uma criança de 08 anos estava quebrando tudo na sala de jogos de uma escola municipal e os educadores não poderia sequer tocas nele, pois o ECA o protege. Ocorre que, após esse incidente, onde a mãe dissera na ocasião que iria processar a escola por exposição do filho. Tempos depois, essa mesma mãe viu seu filho perecer no mundo das drogas.

    Alguns de vocês não têm noção do que se passa dentro de uma escola de Ensino Fundamental I, onde são atendidas crianças entre 05 e 12 anos. Parece que são orientadas para “pirraçar” todos os professores e funcionários da instituição. Os pais, não generalizando, deveria punir seus filhos em casa para evitar transtornos com seus filhos. Vou citar apenas algumas coisas que já vi e ouvi de pais que levam seus filhos à escola:

    – Não é permitido ir à escola de chinelos (OS PAIS ENVIAM, DESAFIANDO A AUTORIDADE DA DIRETORA)

    – Não é permitido ir sem farda, mesmo porque, os alunos devem providenciar (OS ALUNOS VÃO SEM FARDA E DIZEM QUE NÃO GOSTAM OU OS PAIS NÃO COMPRARAM)

    – Entre tantos outros absurdos.

    Garanto aos senhores que, caso o Bolsa Família for cortado dessa criança, os pais tomarão logo as providências. Quem viu o vídeo, percebeu que em nenhum momento os servidores a agrediam, mas o contrário. Ela foi até uma árvore, pegou um “cipó” e veio agredir a senhora que estava cuidado dela. ONDE ESTÁ A EXPOSIÇÃO VEXATÓRIA? De repente, filmaram para provar aos pais, que seu filho não é o que eles pensam ser.

    Quanto ao vídeo ter vazado, temos que punir sim, mas espero que também essa criança, ou seus pais, também sejam punidos por tal atrocidade.

    Abraços…

    Responder
    1. Junior

      Graças a Deus alguém sensato!!! Parabéns por seu comentário Júlio… isso mesmo, vexatorio foi a funcionária apanhaapanhar de um mal educadozinho de 5 anos. Essa funcionária deveria era dar queixa por agressão. Provas tem…

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *